NOME NOME NOME NOME NOME

26/12/2019

MULHER ACUSA IRMÃO DE ESTUPRAR A FILHA DELA DE 7 ANOS NO RN




Mãe da criança de sete anos disse que também foi violentada pelo homem na infância. Suspeito prestou depoimento e foi liberado. Polícia Civil investiga o caso.
Mãe diz que irmão violentou a criança de 7 anos. Polícia Civil investiga o caso — Foto: Samuel Florêncio/Inter TV Cabugi
Um homem de 36 anos é suspeito de estuprar a própria sobrinha, de 7 anos em Extremoz, na Grande Natal. Segundo a mãe da criança, ela contou à avó e a uma amiga da família o que estava acontecendo. O abuso teria acontecido no dia 23 de dezembro.
A mãe disse que resolveu conversar com a criança após perceber um comportamento estranho dela. "Ela não quis se abrir comigo. Como ela gosta de ir a igreja, chamei uma irmã que conversou com ela e contou tudo. Depois, ela relatou que quem estava a assediando era o tio dela", relatou.
O homem foi levado para a Delegacia de Plantão da Zona Norte de Natal e negou que tenha praticado qualquer tipo de violência contra a sobrinha.
A mãe da criança disse que não foi a primeira vez que o homem agiu dessa forma e relatou ter sido violentada pelo homem na infância. "Fui vítima dele. Fiquei com isso guardado até hoje. Minha mãe passava a mão na cabeça dele", relatou.
De acordo com a Delegacia de Polícia Civil de Extremoz, o homem prestou depoimento e foi liberado. A Polícia Civil informou que instaurou um inquérito policial e vai investigar o crime.
Ainda de acordo com a corporação, a criança foi encaminhada ao Instituto Técnico-Científico de Perícia do Rio Grande do Norte (Itep-RN) para realizar os exames de conjunção carnal e ato libidinoso.

G1-RN

comentário(s) pelo facebook:

0 Deixe seu comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste blog. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
* NÃO SERÃO AUTORIZADOS COMENTÁRIOS COM PALAVRAS DE TEOR OFENSIVO COMO XINGAMENTOS, PALAVRÕES E OFENSAS PESSOAIS.

 
Se inscreva no canal TV Passando na Hora no Youtube.
Inscreva-se