NOME NOME NOME NOME NOME

14/12/2019

CRIME DE HOMICÍDIO EM APODI-RN


A Polícia Militar confirmou que Francisco de Assis Alves da Silva, conhecido por Gueguê, de 40 anos, foi executado a tiros na noite deste sábado, dia 13, na cidade de Apodi, região Oeste do Rio Grande do Norte.
O crime aconteceu na Rua Adrião Bezerra, no bairro Lagoa Seca. Os assassinos usaram revólver calibre 38 e uma espingarda calibre 12.
Os primeiros levantamentos foram feitos pela Policia Militar, que acionou a Policia Civil e o Instituto Técnico-cientifico de Perícia para, respectivamente, iniciar as investigações e remover o corpo.
O caso deve ser investigado pela Delegacia de Policia Civil de Apodi.

Apodi Agora

13/12/2019

ACUSADOS DE CRIMES NA REGIÂO DE ASSU-RN, SÃO PRESOS PELA POLÍCIA CIVIL



Policiais Civis da Delegacia Municipal de Assu na região Oeste do Rio Grande do Norte, deflagraram nesta quinta (12) e sexta feira 13 de dezembro de 2019, uma operação para dar cumprimentos a mandados de prisão expedidos pela justiça contra investigados em crimes praticados naquela região. A Operação foi coordenada pelo delegado daquela cidade Dr. Paulo Pereira Júnior e mobilizou todo o efetivo da PC que saiu as ruas, logo nas primeiras horas para cumprir os mandados judiciais. Quatro pessoas foram presas pelo cometimento de crimes de homicídio, tráfico de drogas e estupro de vulnerável. Os presos são: Edvaneide Lopes da Silva, acusado de crime de tráfico de drogas; João Gomes de Araújo, o "Tissinho", investigado em homicídio e tráfico de drogas e Edigleison Jonh Bezerra de Araújo,o "Quebinho", acusado de crime de tráfico de drogas e Luciano Vicente Filho, investigado em crime de estupro de vulnerável. Após o cumprimentos dos mandados judiciais, os presos foram conduzidos à delegacia e depois dos procedimentos lavrados pela autoridade policial, encaminhados ao sistema prisional, onde irão ficar a disposição da justiça.

Assecoms/Polícia Civil/RN

MULHER É MORTA A TIROS EM CARAÚBAS-RN



Uma mulher de 31 anos foi morta a tiros na manhã desta sexta-feira (13) no Leandro Bezerra em Caraúbas, no Oeste do Rio Grande do Norte. O crime aconteceu por volta das 5h9, na rua João Praxedes, já próximo da Escola Estadual Maria Silva. 
De acordo com informações de familiares repassada a Polícia Militar, a vítima identificada como Manuela Xavier da Silva, 31 anos, ia saindo de casa em uma motocicleta para pegar o veículo que vai para Mossoró, onde fazia hemodiálise e quando ia descendo a calçada da residência, criminosos a surpreenderam e efetuaram diversos disparos de arma de fogo. A Polícia Militar foi acionada e quando chegou no local a vítima já estava morta ao lado da motocicleta.
A Polícia Miliar informou, que foram efetuado treze tiros de pistola calibre 40 contra a vítima e quatro disparos atingiram Manuela Xavier, sendo três nas costas e um no rosto.
Tensão e lei do silêncio imperam no local. A polícia realizou buscas pela região, mas nenhum criminoso foi encontrado. O corpo da mulher será levado para o Instituto Técnico-Científico de Perícia (ITEP) para exames de necropsia na sede do órgão em Mossoró.
O caso será investigado pela à Delegacia de Polícia Civil de Caraúbas, que tem como delegado titular, bacharel Christiano Othon.
Icém Caraúbas

HOMEM INOCENTE FICA PRESO MAIS DE 2 ANOS NO LUGAR DO IRMÃO NO RN


Eldis foi detido em 2017 no lugar de Eudes e só foi libertado da cadeira na última segunda-feira (9).
Eldis Trajano da Silva estava preso desde 2017 no lugar do irmão e foi libertado nesta semana — Foto: Crédito: Tribuna do Norte/Adriano Abreu
O vaqueiro Eldis Trajano da Silva ficou preso por engano, no lugar do irmão, durante dois anos e oito meses no sistema carcerário do Rio Grande do Norte. Esse irmão, de nome semelhante, Eudes Trajano da Silva, é o verdadeiro culpado pelos crimes de roubo, furto e falsidade ideológica pelo qual ele acabou respondendo.
Eldis, o inocente, foi solto na última segunda-feira (9). De acordo com a advogada Marilene Batista de Oliveira, ele estava encarcerado desde abril de 2017, quando foi levado pela polícia do seu trabalho, no município de Pedro Velho. Eldis da Silva tem 36 anos e nasceu e se criou em Piriti, na zona rural de Canguaretama.
De acordo com a advogada, Eldis estava na propriedade do patrão, onde trabalhava de vaqueiro, quando uma guarnição policial o prendeu. Os policiais estavam atrás de Eudes, com “u” no início e “e” no final, irmão dele. Mesmo assim, o levaram. Os nomes parecidos teriam induzido ao erro. “Eles não pediram sequer uma identificação antes de prendê-lo”, reforça a advogada.
Eudes, o irmão procurado da Justiça, cumpria pena em regime semiaberto. Nesse tipo de regime, o presidiário passa o dia fora da cadeia e retorna para dormir. Ele não havia voltado para a unidade em que estava lotado, portanto, foi considerado foragido e a polícia foi até o endereço indicado para prendê-lo.
Depois de um tempo preso no lugar desse irmão no Centro de Detenção Provisória do Pirangi, em Natal, Eldis foi transferido para a Penitenciária Estadual de Parnamirim (PEP). Lá, uma enfermeira o procurou para lhe entregar a medicação de controle do HIV.
Foi aí que ele disse à mulher que não era portador do vírus. Contudo, constava em sua ficha que havia sido infectado. Ocorre que Eudes, o verdadeiro suspeito e foragido, tem Aids. Após essa informação, foi feito um exame no irmão preso, que constatou que ele falava a verdade e não tinha o vírus.
Ainda assim Eldis da Silva permaneceu encarcerado. No entanto, o caso chamou a atenção do diretor da unidade, que comunicou o fato à Defensoria Pública do Estado. Eldis Trajano da Silva não sabe ler, sempre morou na zona rural de Canguaretama e não tinha advogado. Ele sequer sabia informar sua data de nascimento, ou se seu nome era escrito com a letra “l” ou “u”. Os familiares acreditavam que Eldis estava morto, pois não tiveram nenhuma notícia durante o cárcere.
Em 2018, a advogada Marilene de Oliveira tomou conhecimento do caso. Ela é ligada à Pastoral Carcerária e foi até a penitenciária para saber se havia detentos com a possibilidade de progressão de regime que ainda não tinham obtido o direito por falta de acompanhamento jurídico. Durante esse trabalho, se deparou com a história de Eldis e passou a tentar ajudá-lo.
A advogada requereu a identificação de Eldis Trajano da Silva através do Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep). Marilene de Oliveira conta que encontrou dificuldades para concretizar o pleito. Em julho do ano passado foi feita essa identificação. Segundo a advogada, a defesa não foi informada e só descobriu em outubro.
Falsidade ideológica
Depois disso, Marilene de Oliveira encontrou outro problema para conseguir a liberdade de Eldis. Ele respondia por furto e falsidade ideológica, desta vez em um processo em que constava seu nome real. Ocorre que os crimes foram praticados meses depois que Eldis da Silva estava preso. Não havia como ser ele o responsável.
Foi descoberto então que o irmão tinha utilizado as documentações dele para praticar mais crimes. Eudes, com “u”, foi pego usando o documento de um homem chamado Francisco Canindé ao ser detido em um furto. Quando a polícia constatou que era um RH falso, ele apresentou o documento de Eldis, o seu irmão, afirmando ser o verdadeiro e, assim, atribuindo a ele dois crimes: furto e falsidade ideológica.
O irmão criminoso foi liberado para responder o processo em liberdade durante uma audiência, por ser réu primário. Só que, na verdade, o réu primário era Eldis, que cumpria pena em nome de Eudes. Tempos depois o irmão foi preso novamente, por descumprir medidas que lhe foram impostas após a liberação. Neste momento, Eudes passou a cumprir a pena como se fosse Eldis e a implicá-lo com a Justiça duplamente.
A advogada Marilene de Oliveira conta que, após conseguir a identificação, foi necessário provar que os crimes tinham sido, todos, desde o primeiro, cometidos pela mesma pessoa. Pessoa esta que era, na verdade, o irmão de Eldis da Silva.
No ano passado, Eudes chegou a comparecer em uma audiência e ser reconhecido pelas vítimas. Ele mesmo afirmou que havia mentido e pediu perdão ao irmão, que estava sendo injustiçado. Contudo a Justiça ainda considerou isso insuficiente para soltar Eldis.
Somente na semana passada, na sexta-feira (6), foi concedido ao vaqueiro Eldis Trajano da Silva um alvará de soltura. Ainda assim, de acordo com a defesa, o alvará foi emitido com o nome errado, o do irmão. Ele precisou passar o sábado o e domingo na cadeira para que o erro fosse consertado nesta segunda. Os advogados agora vão acionar a Justiça para requerer uma indenização.
"Caso complicado"
O juiz Henrique Baltazar, da Vara de Execuções penais, alega que o caso Eldis é "muito complicado". "Foi um conjunto de fatores", afirma. Para Baltazar, o fato de o próprio Eldis Trajano da Silva não portar documentos e não saber informar a maneira como se escreve o próprio nome pode ter confundido os policiais na hora do cumprimento do mandato.
Além disso, o magistrado alega que a demora para a resolução da situação do inocente se deu porque, no início, quem soube dos fatos "talvez não tenha diligenciado". "Há uma informação nos autos de que o diretor da PEP desconfiou da situação. Essa informação chegou depois lá no fórum e não sei o motivo pelo qual ninguém resolveu fazer alguma coisa".
Henrique Baltazar diz ainda que as dificuldades estruturais enfrentadas à época pelo Instituto Técnico-Científico de Perícia do Rio Grande do Norte (Itep) tornaram moroso o processo de reconhecimento. "Quando finalmente isso chegou para mim, eu busquei o Itep para fazer uma investigação quanto as impressões digitais, para saber realmente quem era a pessoa. E o Itep não tinha condições de fazer, foi numa época que estava sem perito suficiente e o Itep demorou muito a esclarecer essa situação", relata.
"Havia dúvidas se ele estava falando a verdade, ou não. Era um caso complicado, mesmo, de resolver, porque o próprio preso não sabia seus dados. Quando a advogada chegou contando essa história, resolvi ir atrás de diligenciar, para tentar descobrir e cheguei a essa interpretação".

G1-RN

12/12/2019

DELEGACIA DE FURTOS E ROUBOS DE MOSSORÓ, CUMPRE MANDADOS DE PRISÃO EM MOSSORÓ E AREIA BRANCA E TIBAU-RN



A Delegacia de Furtos e Roubos de Mossoró, tendo à frente Dr. Rafael Arraes, caiu em campo nesta quinta feira 12 de dezembro de 2019, para cumprimentos de mandados de prisão em aberto contra três pessoas que cometeram crimes patrimoniais em Mossoró. Na cidade de Mossoró foi presa a pessoa de Shirlei Maria de Oliveira Batista, acusada de furto. Ela foi presa no Aeroporto II em Mossoró.  Em Tibau-RN, foi preso com força do mandado por roubo majorado Luiz Paulo Vital Ramos sem camisa nas fotos. Já em Areia Branca com apoio da Delegacia local, também por força do mandado por roubo majorado, Paulo Sabino Gomes. Os três foram conduzidos para o sistema prisional para cumprimento de suas devidas pena. A DEFUR de Mossoró pede que a população continue ajudando. As denúncias serão mantidas em mais absoluto sigilo. Você pode denunciar através do número. (084)98135-1586, ou pelo 181.

[VÍDEO] VEJA AS OFERTAS DE GILCIVAN MÓVEIS


Mobílie a sua casa com o seu jeito. Conforto e funcionalidade você encontra em GILCIVAN MÓVEIS .
Jogos de quarto, sala, e cozinha. Os melhores preços e condições de pagamento que você merece.
Na Hora de Mobiliar o seu lar, visite GILCIVAN MÓVEIS - R: Walter Vanderley Nº10 - Planato treze de maio.
Tel: (84)3312-2851 / (84)9.8820-2851

[VÍDEO] HOMEM MATA MULHER, FERE OUTRA E SE MATA NO BAIRRO BOA VISTA EM MOSSORÓ-RN



No final da matéria vídeo onde Policial Militar que atendeu a ocorrência, Delegado e Perito do ITEP falam sobre o caso e mostra socorro do SAMU
A Polícia Militar registrou por volta das 11:30hs, desta quinta feira 12 de dezembro de 2019, uma ocorrência onde um homem matou uma mulher, se matou e feriu outra no bairro Boa Vista em Mossoró no Rio Grande do Norte.
Antes de se matar, Marcelo Cristóvão de Lima, 37 anos, matou a amiga de sua ex-companheira, Ivonice Laurinda Alves 34 anos que nada tinha a ver com o caso e acabou sendo atingida.
Sua Ex-companheira Luciana Kerlley dos Santos Gustavo, 37 anos de idade natural de Fortaleza-CE, foi baleada, e socorrida por uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU 192), em estado grave para o Hospital Regional Tarcísio Maia.
Ainda não se tem informações sobre a motivação do crime. Segundo informações repassadas a  polícia, Luciana teria rompido o relacionamento com Marcelo há alguns. dias, mas o mesmo não aceitava o fim do relacionamento. Após os procedimentos no local, os corpos foram removidos pelo ITEP para a sua, onde serão necropsiados e depois liberado para sepultamento. Mossoró contabiliza 206 mortes violentas neste ano de 2019.
Ivonice morreu no local
Luciana foi baleada e socorrida pelo SAMU


Mais imagens


SEU COMPUTADOR OU NOTEBOOK QUEBROU? A SUPRATEC INFORMÁTICA TEM A SOLUÇÃO


Supratec informática , 
Assistência Técnica para Notebook’s, PC’s
Ficamos na  
Rua Deuzanira Deuza de Lima, N° 387 - Alto do São Manoel (próximo ao espetinho do Rogerlan) na pista que vai para a UPA
Estamos aguardando a sua visita!
(84) 98789-1518

POLÍCIA CIVIL PRENDE CONDENADO POR TRÁFICO DE DROGAS E POSSE DE ARMA DE FOGO EM MOSSORÓ-RN



Policiais civis da Delegacia Especializada em Narcóticos (DENARC) prenderam, nesta quarta-feira (11), Alexandro da Silva Melo, conhecido como “Tiota”, de 38 anos. A prisão aconteceu no bairro Alto do Sumaré, em Mossoró.
Em desfavor de Alexandro da Silva havia dois mandados de prisão, decorrentes de sentença condenatória, pela prática dos crimes de tráfico de drogas e posse de arma de fogo. A pena a ser cumprida é de 23 anos. Ele estava foragido da Justiça.
Na residência dele, foram encontrados dois RG´s, sendo um falso e outro verdadeiro. A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima, através do Disque Denúncia 181.

LIMPE SEU NOME DO SPC SERASA SAIBA COMO


Ei , Se você está NEGATIVADO nas seguintes credoras, ATIVOS S.A, EMBRATEL, FIDC, RENOVA, TELEFONICA BRASIL, SKY, COSERN, INTERBELLE, NATURA, AVON, JEQUITI, EUDORA, OI, CLARO, VIVO, TIM, ou Amigo(a)qualquer outra empresa de telefonia além de OPERADORAS bancarias com o BRADESCO, SANTANDER ENTRE OUTRAS EMPRESAS, temos a solução para você. Não perca essa oportunidade, Retiramos seu nome do SPC/SERASA de forma Gratuita,  Clique aqui

PEÇAS NOVAS E USADAS PARA VEÍCULOS É NA SUL BAHIA


Com longa experiência em peças e acessórios para veículos automotivos, sempre no mesmo local, em nossa sede própria, a Sucata Sul Bahia  trabalha com peças novas e usadas para os diversos veículos nacionais e importados que circulam no território nacional. Temos um um atendimento diferenciado e completo, com peças usadas de procedência.
Informações (84) 3316-3127/ 988784182
Endereço: Av. Cunha da Mota, 238A - Centro, Mossoró - RN, 59600-160








11/12/2019

CRIME DE HOMICÍDIO NO BAIRRO SANTO ANTÔNIO EM MOSSORÓ



A Polícia Militar registrou mais um crime de homicídio por volta das 22h20min desta quarta feira 11 de dezembro de 2019, na Rua Gaspar Brenner no Conjunto José Agripino no Bairro Santo Antônio em Mossoró no Rio Grande do Norte.
De acordo com as primeiras informações a vítima foi  identificada como Israel Franklin de Oliveira.
A polícia Civil informou que fazia 29 dias que Israel tinha saído da Cadeia Publica de Caraúbas, onde cumpria pena acusado de envolvimento na morte de uma idosa na BR 226 próximo ao município de Patu, quando um médico matou uma senhora que caminhava com o esposo.
Israel, era da família do dono de uma pizzaria no bairro Santo Antônio e trabalhava fazendo entrega. Na noite de hoje ele saiu para fazer uma entrega e foi morto.
No local a lei do silêncio impera, ninguém quis comentar a polícia sobre o crime, também não foi informado o número de atiradores e em que veículos estavam.
A motivação do crime também é desconhecida, haja visto que nenhum familiar compareceu ao local para poder dar mais detalhes sobre o caso.
 A policia não descarta que ele foi chamado por criminosos para fazer a entrega o  “cheiro do queijo”. na gíria policial.
Após os procedimentos no local, o corpo foi periciado e removido pelo ITEP para a sua base, onde será necropsiado e depois liberado para sepultamento.
Este foi o segundo homicídio do dia e 205 do ano. Mais um caso que deverá ser investigado pela Delegacia de Homicídios de Mossoró (DHM).


Mais imagens

FORÇA TÁTICA PRENDE HOMEM COM ARMA DE FOGO EM MOSSORÓ.


Policiais da Força Tática 02 em patrulhamento na noite desta quarta feira 11 de dezembro de 2019, pela rua Gaspar Brenner, conjunto José Agripino na área do Santo Antônio, perceberam um homem que foi identificado como Emerson Franco da Silva, vulgo "Mercim Budogue), tentando se desfazer de uma arma de fogo, ao avistar a viatura. Com ele foi então dado voz de prisão, ao verificar a arma de calibre 38 com cinco munições do mesmo calibre sendo uma picotada. Ou seja ele tentou atirar e não disparou a arma. O acusado foi então conduzido para a Delegacia de Plantão onde foi lavrado os termos de flagrante e o mesmo foi liberado após pagamento de fiança.

BATERIA 5 AP EM PROMOÇÃO EM LINO BATERIAS POR R$ 80.00


Bateria pioneiro 5ap 1 ano de garantia super promoção 80.00 a vista no dinheiro
Seu carro parou? Sua bateria pifou? Lino Bateria é a solução. Único em Mossoró com atendimento no local, 24 horas, com final de semana e feriados. Agora com duas lojas em Mossoró para melhor te servir. A única que atende 24 horas na cidade, no segmento de baterias. Na loja do São Manoel, na Avenida Presidente Dutra com promoção na bateria para motos, com pagamento em dinheiro. Dá uma passada lá. Aeroporto na Avenida Felipe Camarão, vizinho à entrada do Aeroporto. Telefones para contatos. (084)9 8897-4464, 9 9860-5092. Quer sair do prego de bateria? Sua solução é Lino Bateria 24 horas.
Promoção Bateria Heliar 5 AP 100 reais a vista



HOMEM É PRESO EM FLAGRANTE APÓS FURTO NO CENTRO DE MOSSORÓ.


Uma dupla que estava praticando furtos em lojas no Centro de Mossoró, nesta quarta feira 11 de dezembro de 2019, foi descoberta por um policial a paisana e um deles foi preso em flagrante com produtos roubados. O outro conseguiu fugir levando uma mochila que possivelmente estaria cheia de produtos subtraídos das lojas. A ocorrência ocorreu em pleno Centro da cidade e chamou atenção de curiosos. Inclusive o policial conseguiu com a ajuda da população prender em flagrante dentro das dependências do Mercado Central Edicarlos Vieira da Silva, 28 anos. O policial foi informado do furto pelos vendedores e perseguiu os dois suspeitos. Com Edicarlos a Polícia que foi acionada encontrou dois pares de chinelos e o material foi apresentado na Delegacia de Furtos e Roubos de Mossoró. O que chamou atenção na prisão dele, é que o mesmo usava um currículo procurando empregos no Centro prometendo exercer a função com capacidade para exercer seu trabalho em equipe. O mesmo foi autuado em flagrante e está à disposição da justiça.


CRIME DE HOMICÍDIO EM MOSSORÓ. HOMEM É EXECUTADO AS MARGENS DA BR 110 NO BAIRRO COSTA E SILVA.



Crime de número 204 em Mossoró, foi registrado por volta das 11:30hs desta quarta feira 11 de dezembro de 2019, as margens da BR 110, no bairro Costa e Silva em Mossoró.
A vítima identificada como: José Batista de Sousa Filho, 26 anos foi executado quando trafegava em sua moto na BR. Antes a vítima parou em uma parada de ônibus onde comprou cigarros.
Ao sair do local foi executado por dois homens que também estavam de moto e efetuaram vários disparos em sua direção.
Várias cápsulas de pistola ponto 40 ficaram espalhadas pelo chão em volta do corpo.
Ainda não há informações sobre a motivação do crime. Após os procedimentos no local, o corpo foi periciado e removido pelo ITEP para a sua base, onde será necropsiado e depois liberado para sepultamento. Mais um caso para à Delegacia de Homicídios investigar.


[VÍDEO] ACUSADO DE MATAR EX-NAMORADA EM SÃO MIGUEL-RN É PRESO EM SP E CONFESSA O CRIME



Vídeo mostra momento da prisão e acusado confessa o crime.
A Polícia Cívil prendeu, em Guarulhos (SP), Paulo Roberto da Silva, 36 anos, acusado do feminicídio que vitimou a jovem Renata Ranyelle, em São Miguel. A informação foi divulgada pela Polícia Civil do RN, através do microblog Twitter, na manhã desta quarta-feira(11).
A vendedora Renata Ranyelle Almeida, de 23 anos, morreu após ficar seis dias internada no Hospital Regional Tarcísio Maia, em Mossoró, Oeste potiguar. A jovem foi baleada no rosto no dia 23 de novembro na loja em que trabalhava, no município de São Miguel.
Para a Polícia Civil, Paulo Roberto da Silva, de 36 anos, teria simulado um assalto com a intenção de matar a mulher. O homicídio foi filmado por uma câmera de segurança do estabelecimento.


Leia também:
Mulher baleada no rosto em São Miguel-RN morre no HRTM em Mossoró




AVIÃO HELICÓPTERO E UMA TONELADA DE DROGA APREENDIDOS 7 PESSOAS PRESAS EM OPERAÇÃO NO PI


"A investigação vai seguir com a Delegacia de Entorpecentes. A gente já está procurando até mesmo a incineração da droga. Eles tinham registro, curso de piloto e planos de rota. Teresina era apenas um ponto de apoio", disse o delegado Tales Gomes.
Segundo ele, a droga saiu da Bahia e iria para Fortaleza e logo em seguida destino internacional.
Dentre os sete presos está o piauiense João da Cruz Marques, natural de São João da Serra, de acordo com os documentos apreendidos. Segundo a polícia, ele relatou residir no Pará e trabalhar em um garimpo da região. 
João da Cruz teria intermediado a locação dos imóveis para instalação do grupo na cidade. A polícia desconfiou da ação da organização próxima ao aeroporto. 
"Atitudes suspeitas em sítios daqui de Teresina que foram acompanhadas durante mais de 15 dias essa movimentação. Decidimos deflagrar a operação no sentido de abordar os indivíduos que estavam em hotéis e quitinetes em Teresina", informou o secretário de segurança, Fábio Abreu. 
A locação dos sítios em Teresina foi feita por dez dias pelo valor de R$ 10 mil. Ainda de acordo com a polícia, o grupo chegou a montar uma pista de pouso em um sítio próximo ao aeroporto para a aterrissagem do helicóptero. 
Foram apreendidos quatro veículos locados, um helicóptero modelo esquilo e um avião bimotor. Segundo a polícia, há droga também nas aeronaves, o que pode superar os 1,1 tonelada de quilos já contabilizados pela polícia. 
"Foi a maior apreensão de cocaína, foi a maior apreensão de pasta base da história do nosso estado totalizando cerca de R$ 25 milhões", disse Fábio Abreu, que destacou que não foi aprendido nenhum armamento com o grupo.Uma operação deflagrada pela Secretaria de Segurança do Estado apreendeu, no começo da tarde desta terça-feira (10), mais de uma tonelada de cocaína na zona Norte de Teresina. 
Segundo a Secretaria de Segurança, é a maior apreensão de cocaína já realizada no Piauí. Sete pessoas foram presas e duas aeronaves foram apreendidas, sendo um helicóptero e um avião bimotor.
A operação foi deflagrada pelo Grupo de Repreensão ao Crime Organizado (GRECO), Batalhão de Operações Especiais da PM, Divisão de Operações Especiais (DOE) e Delegacia de Entorpecentes (DEPRE).
Entre os presos, três são pilotos de avião, sendo dois com registros de Pernambuco. Os outros presos são da Bahia e Pará. Segundo as investigações, um piauiense que informou residir no Pará auxiliou o trabalho do grupo em Teresina.
A quadrilha alugou pelo menos 3 residências na capital, incluindo um sitio próximo ao aeroporto da capital. A droga está avaliada em R$ 25 milhões, maior valor já apreendido no Piauí.
Consórcio 
Segundo o delegado Cadena Junior, a carga de droga serviria para mais de uma organização criminosa. 
"É um lote que já vem dividido. Vários traficantes se unem em um consórcio para pagar esse transporte. A partir da embalagem é possível saber que haveria um destino final para cada lote desses", explicou o delegado.
Foram presos:
André Luís de Oliveira Cajé Ferreira - piloto de avião 
Alexandre Vagner Ferraz - piloto de avião 
Alexandro Vilela de Oliveira 
Vagner Farabote Leite - piloto de helicóptero 
Renato Solon Gondim Magalhães- piloto de avião 
João da Cruz Marques 
Alexandre Barros Pereira de Meneses.
Hérlon Moraes e Valmir Macêdo




redacao@cidadeverde.com

MENOR É BALEADO DURANTE TIROTEIO NA FAVELA DO FIO EM MOSSORÓ.


Um menor de 16 anos foi baleado e socorrido por uma equipe do SAMU, na rua Gilcimária Raquel, na Favela do Fio em Mossoró, para o HRTM, após tiroteio na região. Por volta das 23:30hs desta terça feira, 10 de dezembro de 2019, PM e SAMU foram acionados para à localidade. Nas redes sociais vários áudios traziam relatos e barulhos dos tiros na região. Ainda não sabemos as circunstâncias. Até aqui apenas esse menor está sendo socorrido. O comando interino do 2°BPM Major Andrelino informou que o menor relatou aos policiais que estava na calçada da namorada, quando um grupo tentou contra a sua vida, e o mesmo conseguiu escapar do atentado. A Polícia Militar está na região fazendo um cerco na tentativa de localizar os criminosos que estariam em um carro com as características aínda desconhecidas. Ainda de acordo com o Major o menor teria trocado tiros com seus algozes ao perceber a aproximação e saber que seria o alvo. Informação ainda a ser confirmada pela Polícia após pegar depoimento no Hospital Regional Tarcísio Maia.  Seu estado de saúde é considerado estável.

10/12/2019

[VÍDEO] CRIME DE HOMICÍDIO NO BAIRRO BELO HORIZONTE EM MOSSORÓ-RN



No final da matéria vídeo, onde o 2º Sargento Almeida que atendeu a ocorrência fala sobre o caso.
A Polícia Militar registrou mais um crime de homicídio na manhã desta terça feira 10 de dezembro de 2019, em Mossoró no Rio Grande do Norte.
De acordo com as primeiras informações, o crime aconteceu na Rua Vicente Martins no bairro Belo Horizonte. A vítima identificada como o ex-presidiário Gledson Márcio de Freitas 34 anos, foi morta com mais de 15 tiros de pistola calibre 380 um dia após deixar a cadeia.
Segundo informações, ele estava dando banho em uma criança pequena, quando uma dupla de moto chegou no local, mandou que ele entregasse a criança a mãe e o executaram no quintal da residência.
Gledson contraiu tuberculose na prisão passou a cumprir pena em regime domiciliar, mas por diversas vezes quebrou a condicional. e sempre voltava para a Unidade Prisional.
A Polícia Militar isolou o local de crime, para a realização da perícia criminal. Após os trabalhos o corpo do apenado foi removido para ser examinado no Instituto Médico Legal do ITEP, e após a necropsia será entregue aos familiares.
Mais um crime que deverá ser investigado pela DHM. Mossoró contabiliza 203 mortes violentas em 2019. 
Dando início a sua extensa ficha criminal, no dia 04 de agosto de 2014, Gledson foi preso após assaltar uma mulher em Mossoró, utilizando uma arma de brinquedo em uma moto furtada.(RELEMBRE)
No dia 02 de outubro de 2015, Gledson fugiu juntamente com seis detentos pulando o muro da Penitenciária Mário Negócio em Mossoró. (RELEMBRE)
No dia 06 de novembro de 2015, Gledson foi preso pela PM com uma moto roubada em uma barreira policial na RN 015. (RELEMBRE)
No dia 28 de setembro de 2017, Gladson voltou a ser preso com uma moto roubada no Vuco Vuco em Mossoró. (RELEMBRE)
No dia 03 de junho de 2019, Gladson voltou a ser preso dessa vez com um celular roubado no bairro Nova Betânia. (RELEMBRE)

APÓS PERSEGUIÇÃO E TROCA DE TIROS COM A PM NO RN, DOIS CRIMINOSOS MORREM


Caso aconteceu na noite desta segunda-feira (9).
Veículo ficou destruído após criminosos baterem carro em muro enquanto eram perseguidos pela Polícia, em Felipe Camarão, Zona Oeste de Natal — Foto: Geraldo Jerônimo/Inter TV Cabugi
Dois criminosos morreram e dois fugiram após uma troca de tiros com a Polícia Militar na noite desta segunda-feira (9), no bairro Felipe Camarão, Zona Oeste de Natal.
De acordo com a Polícia Militar, os criminosos estavam em um carro modelo Up de cor branca roubado, que foi abandonado por eles. Em seguida, segundo a corporação, os suspeitos tomaram um 208 branco, de um motorista por aplicativo, mas a polícia foi acionada e começou uma perseguição.
Na fuga, os criminosos teriam dado início a uma tiroteio. Durante a perseguição, os suspeitos bateram o veículo no muro de uma casa no bairro Felipe Camarão.
Dois bandidos ainda conseguiram fugir. Os outros dois foram atingidos por tiros e morreram enquanto eram levados para o Hospital Walfredo Gurgel, na Zona Sul de Natal.

G1-RN

09/12/2019

HOMEM É CONFUNDIDO COM IRMÃO GÊMEO SUSPEITO DE ESTUPRO E É MORTO A TIROS NO RN


Assassinato aconteceu nesta segunda-feira (9) na cidade de Arês.
Eudes Antônio do Nascimento tinha 49 anos de idade e foi executado a tiros — Foto: Redes Sociais
Um homem foi executado a tiros na tarde desta segunda-feira (9) na cidade de Arês, na Grande Natal. De acordo com a Polícia Militar, a suspeita é de que a vítima, Eudes Antônio do Nascimento, tenha sido confundido com o seu irmão gêmeo, que é suspeito de um estupro contra uma criança.
Eudes do Nascimento tinha 49 anos de idade. Ele estava no centro da cidade, quando quatro homens se aproximaram em um Fiat Uno vermelho para matá-lo. Dois deles desceram do veículo e atiraram várias vezes. Ainda segundo a polícia, pelo menos 21 tiros atingiram Eudes, que morreu no local. Foram encontradas, pela rua, cápsulas de pistolas 380 e também 9 milímetros.
A polícia informou que, de acordo com relatos de pessoas que moram na região, o irmão de Eudes do Nascimento é suspeito de um estupro contra um menino de 6 anos. O crime teria acontecido na Praia da Pipa, em Tibau do Sul, no litoral Sul potiguar. A suspeita é de que o irmão gêmeo tenha sido confundido.

G1-RN

SUSPEITO DE MATAR EX-MULHER EM MACAÍBA É PRESO EM MOSSORÓ


Um homem suspeito de matar a ex-companheira em Macaíba, Grande Natal, em 2018, foi preso na noite deste domingo  (8), no Hospital Tarcísio Maia (HRTM), em Mossoró, Região Oeste do estado. Francisco Moura dos Santos, conhecido como "Gue Santos" de 28 anos, tinha um mandado de prisão preventiva em aberto expedido pelo Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte por solicitação da polícia.
Ele estava foragido desde o dia 26 de janeiro de 2018, quando ocorreu o crime. A vítima, Daiane Santos, tinha 19 anos. O feminicídio aconteceu na comunidade quilombola Capoeira dos Negros, Zona Rural de Macaíba.
A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima através do Disque Denúncia 181.


FORAGIDO A UM ANO, MAJOR DA PM ACUSADO DE PEDOFILIA É PRESO NO RN



Prisão aconteceu na tarde deste domingo (8), na Zona Sul da capital potiguar.
“Pedofilia não é crime, é doença”. Com essas palavras o major da reserva da Polícia Militar do Rio Grande do Norte, José de Almeida Tavares, 54 anos, respondeu o questionamento da imprensa sobre a prisão dele sob a condenação de pedofilia. Ele foi detido no domingo (8) em Ponta Negra, Zona Sul de Natal.
O PM é condenado por produzir pornografia infantil. A Polícia Civil cumpriu um mandado de prisão em aberto contra ele decorrente de sentença condenatória, expedido pela 15ª Vara Criminal da Comarca de Natal.
Ele foi localizado após denúncia da ex-esposa. A mulher foi casada com ele no tempo em que foi descoberto que o PM gravava cenas envolvendo menores de idade e divulgava na internet em 2015. Ele cumpria pena no regime semiaberto e estava foragido há nove meses. A ex-esposa viu fotos dele em uma piscina de hotel.
José de Almeida é condenado pelos crimes de manter e produzir imagens de teor sexual envolvendo adolescentes. A prisão aconteceu em um condomínio de luxo na Praia de Ponta Negra, na Zona Sul de Natal. As diligências em busca dele ocorriam desde a última sexta-feira (6). A pena a ser cumprida ultrapassa sete anos de prisão em regime semiaberto.
O PM foi conduzido até a delegacia e encaminhado ao sistema prisional, onde ficará à disposição da Justiça. A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima através do Disque Denúncia 181.
Homem foi preso pela Polícia Civil em hotel em Ponta Negra, na Zona Sul de Natal — Foto: Divulgação/Polícia Civil

OP9