NOME NOME NOME NOME NOME

28/11/2019

EX NAMORADO DE VENDEDORA BALEADA NO ROSTO EM SÃO MIGUEL-RN TEM PRISÃO DECRETADA E FOGE




A Polícia Civil está em busca do ex-namorado da vendedora Renata Ranyelle Maciel de Almeida, de 23 anos, que foi baleada no rosto no sábado (23), em uma loja de roupas em São Miguel, no Alto Oeste potiguar. A suspeita é que ele tenha sido o autor do disparo no rosto da vítima, que segue internada em estado grave no hospital Tarcísio Maia, em Mossoró. O suspeito está foragido.
De acordo com o delegado Cristiano Gouvea, desde o início da investigação estava sendo cogitada a hipótese de que se tratava de uma tentativa de feminicídio, e não de latrocínio. Apesar de simular que iria fazer um assalto, o homem disparou no rosto da vítima sem que ela esboçasse uma reação e fugiu sem levar nenhum pertence.
No depoimento do ex-namorado da vítima, ele informou que estava no trabalho no momento do crime. Contudo, a Polícia Civil confrontou a informação e confirmou que ele havia mentido, pois, no horário em que ocorreu a tentativa de feminicídio, ele não estava no local de trabalho, conforme relataram outras testemunhas ouvidas na investigação.
"O suspeito principal desde o início era o ex-namorado dela, mas a gente não podia concluir nada naquele momento. Depois é que foram surgindo mais indícios. Por exemplo, quando o patrão dele disse que ele não estava no local de trabalho no momento do crime, contradizendo o que ele havia dito em depoimento na delegacia", detalhou o delegado Cristiano Gouvea.
Segundo Cristiano Gouvea, foi confirmado que o namoro entre o suspeito e Renata Ranyelle havia terminado uma semana antes da data do crime e o homem estava inconformado com o fim da relação. Apesar de não ter feito uma ameaça de morte contra a mulher, testemunhas relataram que ele mantinha uma postura ríspida contra ela, mesmo durante a relação.
Leia também: 
Família de mulher baleada no rosto questiona quem seria o atirador 

[VÍDEO] Sem reagir vendedora é baleada no rosto em suposto assalto a loja. Assista!
Com o mandado de prisão expedido, a Polícia Civil foi até a casa do suspeito por volta das 5h, mas ele já havia fugido. Moradores da região informaram que ele sequer dormiu em sua residência na última noite. Buscas estão sendo realizadas e, até o momento, ele não foi preso.
A investigação da Polícia Civil também aguarda o laudo pericial da cena do crime, que está sendo feito pelo Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep-RN), para ajudar na solução do caso.
Criminoso não levou dinheiro e polícia desconfia de tentativa de feminicídio
Texto/TN Fotos/Reprodução

comentário(s) pelo facebook:

Um comentário:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste blog. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
* NÃO SERÃO AUTORIZADOS COMENTÁRIOS COM PALAVRAS DE TEOR OFENSIVO COMO XINGAMENTOS, PALAVRÕES E OFENSAS PESSOAIS.