NOME NOME NOME NOME NOME

21/12/2018

FORAGIDO DA JUSTIÇA É PRESO COM DOCUMENTO FALSO E DROGA EM MOSSORÓ-RN



Por volta das 11h30min, da manhã de quinta-feira, 20 de dezembro de 2018, policiais militares lotados no 2º Batalhão de Policia Militar comandado pelo Major Maximiliano Fernandes, de serviço na VTR/Força Tática 02, receberam informações que o foragido da justiça ALEF EVANGELISTA GURGEL BEZERRA estaria residindo na Rua Francisca Fernandes de França no Loteamento Pousada das Thermas, na região do Abolição IV em Mossoró no Oeste do Estado do Rio Grande do Norte.
Os militares fizeram uma incursão até a residência do foragido, mas quando se aproximavam o suspeito visualizou a guarnição policial, tentou se evadir do local pulando muros, mas os policiais foram rápidos e ágeis, conseguindo detê-lo numa rua por trás da sua casa.
De volta à residência do suspeito, foi realizada uma busca, onde os militares localizaram  duas pequenas porções de maconha e crack, além de uma cédula de identidade falsa em nome de Flavio Marcelino, ao realizar uma consulta via CIOSP foi constatado e confirmado a existência de um mandado de prisão aberto em seu desfavor, por roubo.
Diante dos fastos os militares conduziram ALEF até a Delegacia Especializada em Narcóticos “DENARC” de Mossoró, onde o delegado Teixeira Junior confeccionou um Boletim Circunstancial de Ocorrência – TCO pela posse das pequenas porções de droga, apresentado também a cópia do mandado de prisão aberto em seu desfavor.
Em continuidade a ocorrência ALEF foi apresentada na Delegacia Especializada em Falsificação e Defraudação – DEFD, onde o delegado realizou o flagrante do mesmo por infração ao artigo 307 do Código Penal Brasileiro, por uso de falsa identidade. Ficando o foragido preso aguardando a decisão da justiça.
<

comentário(s) pelo facebook:

0 Deixe seu comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste blog. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
* NÃO SERÃO AUTORIZADOS COMENTÁRIOS COM PALAVRAS DE TEOR OFENSIVO COMO XINGAMENTOS, PALAVRÕES E OFENSAS PESSOAIS.