NOME NOME NOME NOME NOME

24/08/2018

CINCO MANDADOS DE PRISÃO POR CRIME CONTRA MULHER SÃO CUMPRIDOS PELA POLÍCIA CIVIL EM MOSSORÓ;DOIS MANDADOS SÃO POR ESTUPRO DE VULNERÁVEL



Mais de 2000 policiais civis, de todo o país, cumprem nesta sexta-feira (24) mandados de prisão contra autores de crimes de homicídios e feminicídio. No Rio Grande do Norte, até as 9h30, doze pessoas haviam sido presas nas cidades de Natal, Parnamirim e Mossoró.
Batizada de Cronos, a operação tem apoio do Ministério da Segurança Pública (MSP) e é coordenada pelo Conselho Nacional dos Chefes de Polícias Civis (CONCPC).
Em alguns estados também estão ocorrendo prisões de pessoas que descumpriram medidas protetivas previstas na Lei Maria da Penha.
Operação Cronos
A escolha do nome Cronos vem da referência à supressão do tempo de vida da vítima, reduzido pelo autor do crime. Ao mesmo tempo, com a prisão dos autores de homicídio e feminicídio, espera-se o impedimento da prática de novos crimes.
Mutirão Maria da Penha
A Delegacia de Polícia Civil de São José de Mipibu está realizando, nesta sexta-feira (24), o 10º Mutirão Maria da Penha. O objetivo é agilizar 67 inquéritos policiais que investigam crimes praticados contra mulheres. Uma equipe de aproximadamente 20 policiais civis vai ouvir 60 pessoas, entre testemunhas, vítimas e investigados.Presos na Operação:
Em Mossoró
Agentes de Polícia Civil Delegacia da Mulher (DEAM) que tem como titular a Dra. Christiane Magalhães com apoio de agentes  de outras delegacias cumpriram cinco mandados de crime contra mulher sendo dois por estupro de vulnerável.
Foram presos
Mairton Alves de Oliveira, 60 anos de idade,foi preso em sua residência no Bairro Santo Antônio. O mandado de prisão dele, foi por descumprimento de  uma medida protetiva,ele foi denunciado por sua ex-companheira por tentar se aproximar.
Antônio Veronildo da Silva, 32 anos de idade,foi preso em sua residência no bairro Alto São Manoel por descumprimento de  uma medida protetiva por tentar se aproximar de sua ex-companheira.
Osmar Fernandes da Silva, 31 anos de idade, foi preso em casa na Ilha de Santa Luzia,enquadrado na lei Maria da Penha por cometimento de crime de violência doméstica contra a mulher,e por descumprimento de medida protetiva ao tentar de aproximar da ex-companheira.
Francisco de Oliveira Fernandes; 25 anos,condenado a 8 anos de prisão em regime semi-aberto, por estupro de vulnerável.foi preso em sua residência no Bairro Belo Horizonte.
Luiz Maia Sobrinho,60 anos de idade,foi condenado a 8 anos de prisão,em regime fechado,por estupro de vulnerável que envolveu uma menor de 14 anos,ele foi  preso em sua residência, no Bairro Dix Sept Rosado.
Todos os presos foram encaminhados para o Instituto Técnico-Científico de Perícia ITEP,para exames de Corpo de Delito e em seguida conduzidos para Unidades Prisionais da cidade.
Os que já foram condenados foram encaminhados para a Penitenciária Mario Negocio,os demais para a Cadeia Pública de Mossoró - Desembargador Juiz Manoel Onofre de Sousa.


comentário(s) pelo facebook:

0 Deixe seu comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste blog. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
* NÃO SERÃO AUTORIZADOS COMENTÁRIOS COM PALAVRAS DE TEOR OFENSIVO COMO XINGAMENTOS, PALAVRÕES E OFENSAS PESSOAIS.