NOME NOME NOME NOME NOME NOME

25/05/2018

EM NOTA EMPRESÁRIO NEGA TER ESTUPRADO ADOLESCENTE EM MOSSORÓ



Por meio da sua assesoria jurídica, o empresário Zenilson Menezes, apontado pela polícia como autor de um estupro brutal contra uma adolescente de 16 anos na madrugada de segunda-feira, 21,divulgou uma nota de esclarecimento, nesta sexta-feira, 25.
O advogado, assegura que Zenilson Menezes não está foragido e, sim, viajando a trabalho, e que, quando retornar, vai “se apresentar as autoridades pra elucidar as imputações e provará que não praticou o ato que está sendo atribuído a sua pessoa”. Zenilson teve a prisão preventiva decretada nesta quarta-feira, 23.
A nota enviada pelo advogado assegura ainda que Zenilson Menezes “é um pai de família, trabalhador e sempre respeitou a lei e as autoridades”.
Segue a nota:
“Que Zenilson nega a autoria do que está a ele sendo imputadas, que já foram tomadas as medidas judiciais cabíveis,  através de seus advogados. Que ele, sendo um pai de família, trabalhador e sempre respeitou a lei e as autoridades, encontra-se em viagem de trabalho e quando chegar irá se apresentar as autoridades pra elucidar as imputações e provará que não praticou o ato que esta sendo atribuído a sua pessoa.”
No dia 24, a delegada Cristiane Magalhães disse que acertou com os advogados de Zenilson Menezes para que ele se apresentasse a Polícia até às 18 horas. Prometeu, inclusive, coloca-lo numa cela reservada na Cadeia Pública de Mossoró. Entretanto, Zenilson fugiu.
Diante disto, a delegada enviou a ordem de prisão para todas as forças de segurança, inclusive a Policia Federal.

Texto/MH

comentário(s) pelo facebook:

Um comentário:

  1. Por favor venha pra cá , o pavilhão 3 adora bunda limpinha!!!vou tratar com todo carinho possível

    ResponderExcluir

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste blog. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
* NÃO SERÃO AUTORIZADOS COMENTÁRIOS COM PALAVRAS DE TEOR OFENSIVO COMO XINGAMENTOS, PALAVRÕES E OFENSAS PESSOAIS.