NOME NOME NOME NOME NOME

21/11/2010

ASSALTANTES SÃO PRESOS APÓS CEGAR VIGIA NO VUCO VUCO EM MOSSORÓ-RN



Agentes da Delegacia Especializada em Furtos e Roubos (DEFUR) prenderam na manhã de ontem, 20 de novembro de 2010 dois dos três envolvidos em um assalto que terminou cegando um vigia da feira do Vuco-Vuco. Com eles, foram apreendidos vários equipamentos de som, armas, munições, capuzes e celulares.
Segundo o delegado de plantão Clayton Pinho, responsável pela autuação dos presos Francisco Kaio Felipe, de 23 anos, e seu comparsa Lidinaldo Freitas de Medeiros, o "Branquinho de Cigano", de 19 anos, os agentes da Defur podem ter desbaratado uma quadrilha especializada responsável pelos arrombamentos e assaltos que tem ocorrido nas últimas semanas em Mossoró. Outro integrante, que está foragido, já foi identificado e está sendo procurado pela polícia.
As investigações que ocasionaram as prisões tiveram início depois que três assaltantes foram flagrados pelo vigilante Antônio Domingos da Silva, de 53 anos, praticando um arrombamento em um quiosque no Vuco-Vuco. 
Os assaltantes arrombaram o quiosque conhecido como "Jhone Cell" e roubaram 70 aparelhos celulares. Segundo Antônio Domingos, que se encontra internado no Hospital Regional Tarcísio Maia (HRTM), ele trabalha com vigia no Vuco-Vuco há sete anos. 
Durante depoimento prestado ainda ontem no próprio hospital, a vítima revelou que, por volta das 2h de ontem, percebeu uma movimentação estranha na frente de uma loja de revenda de aparelhos celulares, e que ao se aproximar foi rendido por dois homens armados com revólveres. 
Ele foi levado para um corredor perto da loja e observou um dos assaltantes, o mais baixo e alvo dos dois, retirando objetos da loja e colocando em um veículo branco, que ele não soube identificar.
O outro assaltante, que foi descrito como um homem forte e grande, que rendia a vítima, ordenou que o vigia ficasse de cabeça baixa. Antônio Domingos admitiu que levantou um pouco a cabeça, quando foi alvejado pelo assaltante com um disparo no olho direito e outro de raspão no peito esquerdo.
O vigia reconheceu um dos assaltantes, o mais baixo e branco, como sendo "Branquinho Filho de Cigano".
O cerco aos assaltantes - Por volta das 9h, uma equipe de agentes da Defur cercaram e invadiram uma residência localizada na Rua Tavares de Lira, 100, no Santo Antônio, onde prenderam os dois suspeitos.
Com eles, a polícia apreendeu cinco chaves mixas (ferramenta que tem o poder de abrir diversas fechaduras); 38 celulares de várias marcas; sete módulos de amplificação de som automotivo; uma espingarda carabina calibre 22; um revólver calibre 38 com quatro munições intactas; além de duas tocas balaclavas, tipo ninja.
Segundo o delegado Clayton Pinho, existem vários boletins de ocorrência descrevendo furtos de produtos em comércios no Centro da cidade. No entanto, o que mais chamava a atenção da polícia é que as fechaduras das lojas não foram arrombadas. "Pareciam que foram abertas e depois fechadas, como se alguém tivesse utilizado cópias das chaves. Com a prisão dos suspeitos e a apreensão das chaves mixas, vários arrombamentos poderão ser desvendados", concluiu o delegado de plantão.

comentário(s) pelo facebook:

0 Deixe seu comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste blog. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
* NÃO SERÃO AUTORIZADOS COMENTÁRIOS COM PALAVRAS DE TEOR OFENSIVO COMO XINGAMENTOS, PALAVRÕES E OFENSAS PESSOAIS.