Google Analytics Alternative
NOME NOME NOME NOME NOME

08/05/15

DEHOM ESCLARECE CRIME DO BANCO DA PRAÇA DO RELÓGIO EM MOSSORÓ.



Agentes da Delegacia de Homicídios prenderam na manhã de hoje, 08 de Maio de 2015, Antônio Leandro Simões, de 22 anos de idade acusado de um crime de homicídio na Praça Bento Praxedes no inicio de Abril passado (Relembre AQUI) Leandro Neguinho foi apontado como responsável pela morte de Gabriel Lopes de Mesquita no dia 05 de Abril, por motivo de briga de torcida organizada de times de futebol.
Ele foi preso no conjunto Santa Delmira, com autorização da Justiça da Comarca de Mossoró. Segundo a Delegada Liana Aragão, dias antes do crime, vitima e acusado que faziam parte de grupos rivais teriam se envolvido em uma troca de tiros, por causa times de futebol. A Delegada informou ainda, que Leandro na noite que matou Gabriel estava acompanhado com outros dois elementos, que já foram identificados e podem ser presos a qualquer momento. Depois dos esclarecimentos na Delegacia Especializada, Leandro passou por exames no Itep e foi conduzido para a Cadeia Publica Juiz Manoel Onofre de Souza, onde deverá aguardar a decisão da Justiça.


comentário(s) pelo facebook:

Um comentário:

  1. Eu acho que usar nome das torcidas organizadas em quase todos os assassinatos de Mossoró, é apenas falta de profissionalismo. Ser repórter, jornalista, blogueiro, não é botar qualquer motivo para mortes, prisões ou outras coisas. Ta na hora de escutar a versão da polícia e da vítima, ta na hora de procurar saber qual o motivo certo da morte. É de se indignar uma coisa dessa. Espero que procurem saber o motivo certo, ou nós torcedores de acordo com o estatuto do torcedor, irémos procurar nosso direito e entrar com processo em cima desse blog...

    ResponderExcluir

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste blog. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
* NÃO SERÃO AUTORIZADOS COMENTÁRIOS COM PALAVRAS DE TEOR OFENSIVO COMO XINGAMENTOS, PALAVRÕES E OFENSAS PESSOAIS.