Google Analytics Alternative
NOME NOME NOME NOME NOME

04/04/13

GRUPO FOI DETIDO ACUSADO DE FAZER ARRASTÃO EM TRANSPORTE DE SACOLEIROS NA BR 304 EM MOSSORÓ-RN



Policiais civis, juntamente com policiais militares, G T O ( Grupo Tático Operacional), conseguiram prender logo as primeiras horas da manhã desta quinta feira, quatro elementos acusados da prática de um assalto a sacoleiros que viajavam de Macau para Fortaleza no Ceará, em uma Van utilizando a BR 304. O assalto segundo a polícia aconteceu próximo a Maísa, por volta da meia noite, quando um veículo tipo Voyage de cor branca e placas O J S- 9587 que foi tomado de assalto em Alto do Rodrigues, interceptou a Van. Os assaltantes tomaram dinheiro e objetos pessoas dos ocupantes do veículo, fugindo em seguida. A polícia foi acionada, e por volta das 00:06 horas um veículo tipo Strada com quatro ocupantes, que segundo os sacoleiros estava dado apoio ao Voyage, foi localizado na estrado do óleo, e ao avistarem a polícia os elementos abandonaram o carro e adentraram em um matagal. Pela manhã, quando os elementos resolveram deixar o matagal, deram de cara com a polícia em uma estrada carroçável no Sítio Ema, próximo a comunidade de Passagem de Pedras. Os acusados foram presos e conduzidos para a delegacia de plantão. Foram presos: Hélio de Souza Filho de 29 anos de idade, mecânico, residente no Conjunto Redenção em Mossoró. Wagner Tavares, natural de Mossoró, biscateiro, residente no bairro Doze Anos. Lucas Gladstone Fernandes Rodrigues 18 anos, residente no Conjunto Integração. Rafael Ferreira Rodrigues, 20 anos, serralheiro, residente no Conjunto Redenção. Os quatro negam o envolvimento no assalto, e afirma que estavam no sítio caçando preá. Os elementos foram conduzidos para a delegacia de plantão, onde de acordo com o agente Wilson Fernandes, foram reconhecidos pelas vítimas. Com os acusados a polícia não encontrou armas, nem localizou o Voyage. Com um deles a polícia encontrou munições. Wagner Tavares de acordo com a polícia, já foi condenado a dez anos de prisão pelo sequestro de uma juíza em Mossoró, cumpriu cinco e estava em liberdade condicional. O caso foi encaminhado para a Delegacia de Furtos e Roubos para maiores investigações.



comentário(s) pelo facebook:

0 Deixe seu comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste blog. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
* NÃO SERÃO AUTORIZADOS COMENTÁRIOS COM PALAVRAS DE TEOR OFENSIVO COMO XINGAMENTOS, PALAVRÕES E OFENSAS PESSOAIS.