NOME NOME NOME NOME NOME

20/04/2022

TRÊS RESTAURANTES POPULARES DE MOSSORÓ TÊM ATIVIDADES SUSPENSAS APÓS FISCALIZAÇÃO




SETHAS fecha três RPs em Mossoró após fiscalização. Foto: Agecom/UERN.

Três unidades de Restaurantes Populares tiveram suas atividades suspensas nesta terça-feira (19) após uma fiscalização de rotina da Secretaria de Estado do Trabalho, da Habitação e da Assistência Social (SETHAS), onde foram identificadas irregularidades no armazenamento dos alimentos que colocavam em risco a saúde dos consumidores.
Segundo informações repassadas pela SETHAS, a Superintendência de Vigilância em Saúde do Governo do Estado (Suvisa) e a vigilância sanitária do município de Mossoró (RN) constataram razões precárias no acondicionamento de alimentos na unidade produtora das empresas Ponta Distribuidora de Alimentos Ltda e Nave Comércio e Serviços de Alimentos Eirelle, responsáveis pelo fornecimento de refeições para as unidades dos Restaurantes Populares do Alto de São Manoel, Santo Antônio e o da UERN em Mossoró, além de uma unidade do município de Baraúna (RN).
Os RPs ficarão com o funcionamento suspenso até que as empresas apresentem suas defesas. “Contratualmente eles têm cinco dias úteis para responder as notificações que eles receberam presencialmente ontem e hoje via sistema… A gente recebeu a informação de que a empresa já está providenciando as adequações apontadas pelo relatório técnico, a gente está com uma reunião marcada com eles aqui e dependendo do que eles apresentarem, é plenamente possível uma retomada o mais breve”, explicou Adriano Gomes, Secretário Adjunto da SETHAS.
Com as refeições suspensas, alunos da UERN organizaram um ato nesta quarta-feira (20) no Centro de Convivência do Campus para pedir a reabertura imediata da unidade que fica na Universidade. Através das redes sociais, o Diretório Central dos Estudantes (DCE) da UERN falou da importância do RP para a permanência dos alunos.
“Nós, comunidade estudantil da UERN, exigimos a reabertura IMEDIATA, em condições sanitárias adequadas, do RP da UERN. Para nós o RP é permanência na universidade, sem o RP muitas e muitos de nós não tem como sobreviver na universidade (ainda mais no contexto de aumento nos valores das cantinas)”. DCE/UERN via redes sociais.
O RP que fica no campus serve cerca de 900 refeições diariamente, atendendo não só estudantes, mas o público em geral que mora nas proximidades da universidade. De acordo com Erison Natécio, Pró-reitor de Assuntos Estudantis, a UERN está buscando alternativas para amenizar os impactos da suspensão: “Tão logo a Universidade foi notificada, nós começamos a nos reunir para estudar alternativas para que nesse período em que o restaurante está suspenso, os alunos não tenham tantos impactos. Nós estamos inclusive conversando com as lanchonetes ao redor para poder ver alternativas de alimentação a baixo custo”, afirmou Erison.
Estudantes da UERN protestam contra a suspensão das atividades do Restaurante Popular do campus.
TCM

comentário(s) pelo facebook:

0 Deixe seu comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste blog. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
* NÃO SERÃO AUTORIZADOS COMENTÁRIOS COM PALAVRAS DE TEOR OFENSIVO COMO XINGAMENTOS, PALAVRÕES E OFENSAS PESSOAIS.

 
Se inscreva no canal TV Passando na Hora no Youtube.
Inscreva-se