NOME NOME NOME NOME NOME

17/03/2021

NOVO DECRETO: FÁTIMA CONFIRMA QUE SÓ SETORES ESSENCIAIS PODERÃO FUNCIONAR A PARTIR DE SÁBADO




Decreto vai valer a partir do próximo sábado, 20, e terá validade até o dia 3 de abril.
Fátima Bezerra durante coletiva de imprensa - Foto: Elisa Elsie / Governo do RN

A Governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra, afirmou na noite desta quarta-feira, 17, que o Governo Estadual vai publicar um novo decreto no próximo sábado, 20, com medidas mais restritivas. Entre as novas medidas, a chefe do Executivo do RN afirmou que apenas os setores considerados essenciais vão continuar em funcionamento e as atividades nas escolas particulares serão suspensas. 

O decreto vai valer por 15 dias, do dia 20 de março até 3 de abril. A informação foi antecipada pela chefe do Executivo Local na noite desta quarta-feira em uma entrevista ao vivo no Programa RN2, da Inter TV Cabugi. Entre as novidades do decreto, está a extinção do toque de recolher.

Ainda de acordo com Fátima Bezerra, as medidas atuais serão prorrogadas até que o novo decreto entre em vigor. Portanto, o toque de recolher será prorrogado até sexta, de acordo com a Governadora do RN.

“Acho importante dizer ao povo do RN que nenhum gestor gostaria de estar tomando a decisão que estou tomando. Estou tomando com o senso de responsabilidade que tenho enquanto governadora. O que está em discussão neste exato momento, em jogo, é a vida das pessoas”, declarou durante a entrevista.

Fátima se disse ciente a respeito do impacto das medidas aos trabalhadores e empresários do RN e fez um apelo. “Neste momento não temos escolha. São vidas. Precisamos garantir ao povo do RN de cuidar da sua saúde, de sobreviver”, disse.

De acordo com o comitê científico do governo do Rio Grande do Norte, são consideradas atividades essenciais:

  • Oficinas de veículos automotores, máquinas e equipamentos agrícolas;
  • Locadoras de máquinas e equipamentos agrícolas;
  • Lojas de suprimentos agrícolas;
  • Podólogos;
  • Serviços de saúde;
  • Serviços de segurança privada;
  • Supermercados; Mercados; Hipermercados; Quitandas; Açougues; Peixarias; Padarias;
  • Distribuições de alimentos;
  • Serviços de Delivery;
  • Loja de autopeças;
  • Postos de combustíveis;
  • Farmácias, drogarias e similares;
  • Lojas de artigos médicos e ortopédicos;
  • Hotéis, flats, pousadas e acomodações similares;
  • Lojas de material de construção;
  • Locadoras de máquinas e equipamentos para construção;
  • Petshops, hospitais/clínicas de veterinária;
  • Locadoras de máquinas, equipamentos e bens tangíveis;
  • Atividades de agências de emprego;
  • Atividades de agências de trabalho temporário;
  • Lojas de reparos de computadores e bens pessoais e domésticos;
  • Lavanderias;
  • Serviços funerários;
  • Atividades financeiras e de seguros;
  • Imobiliária com serviços de vendas e/ou locação imóveis;
  • Transportes Públicos coletivos ou não (ônibus, trens, táxis, transportes por aplicativos e outros);
  • Correios e serviços de entregas;
  • Transportadoras;
  • Imprensa.
Agora RN
NOME



comentário(s) pelo facebook:

2 comentários:

  1. Parabéns governadora você vai sustentar os pais de família q precisa alimentar seus filhos muitas cidades fecharam tudo e até agora eu não vi diminuir essa doença deixe o povo trabalhar você governadora vai arcar com as dívidas da população vai pagar luz água vocês são irresponsável

    ResponderExcluir
  2. Não tenho procuração para defender quem que seja, mas essas medidas
    são necessárias para enfrentar essa pandemia, e na medida de possível, vemos os governantes tomarem medidas impopulares, mas necessária para bem enfrentar essa pandemia, o que em nenhum momento ninguém viu essa postura ser adotada pelo presidente da república e alguns de seus seguidores, que sempre fazem é o contrário, pois negam a pandemia e ainda incentivam medidas para que o povo descumpram as medidas para controle dessa pandemia. Todos sabem que parte dos empresários perderam muito, mas se o governo, desde o início da pandemia tivesse comprado vacinas, vacinado grande parte da população, o país já tinha passado por esse momento, sem perder tantas vidas

    ResponderExcluir

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste blog. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
* NÃO SERÃO AUTORIZADOS COMENTÁRIOS COM PALAVRAS DE TEOR OFENSIVO COMO XINGAMENTOS, PALAVRÕES E OFENSAS PESSOAIS.

 
Se inscreva no canal TV Passando na Hora no Youtube.
Inscreva-se