NOME NOME NOME NOME NOME

16/03/2021

EM MEIO A MORTES E DESEMPREGO, A ÚNICA "ATIVIDADE ESSENCIAL" FOI A CAMPANHA POLÍTICA





O Brasil vive, novamente, uma situação de caos total na saúde e na economia. Comércios fechados, pessoas desempregadas, casos de depressão e suicídios. Na questão saúde, faltam leitos, medicamentos e equipamentos. Voltamos à estaca zero. 
Nas redes sociais a eterna briga: quem defende a manutenção das atividades econômicas, é taxado de genocida. E quem defende o isolamento mais rígido, é acusado de defender a fome a miséria. A polarização é deprimente. 
Mas uma “atividade” saiu imune a toda essa polemica: a campanha política. Foi o único momento em que apoiadores e críticos ao lockdown estiveram unidos nas ruas se aglomerando e defendendo seus políticos de estimação. 
A campanha política pode ser considerada a única atividade essencial que não recebeu críticas durante toda a pandemia. Quando os “blocos” estavam nas ruas, ninguém se lembrada da taxa de ocupação e mortes. Alias, não havia pandemia. 
Tem como dar certo um país que não prioriza o básico?

Ismael Souza

NOME



comentário(s) pelo facebook:

0 Deixe seu comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste blog. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
* NÃO SERÃO AUTORIZADOS COMENTÁRIOS COM PALAVRAS DE TEOR OFENSIVO COMO XINGAMENTOS, PALAVRÕES E OFENSAS PESSOAIS.

 
Se inscreva no canal TV Passando na Hora no Youtube.
Inscreva-se