NOME NOME NOME NOME NOME NOME

27/10/2020

DELEGACIA DE CAPTURA LANÇA DISQUE DENÚNCIA E DIVULGA LISTA DOS 11 MAIS PROCURADOS DO RN



Delegacia Especializada de Capturas e Polinter da Polícia Civil potiguar trabalha para dar cumprimento a mandados de prisão dos 11 homens mais procurados do Rio Grande do Norte.
Denuncias podem ser feitas através do (84) 98135-6174 - Foto: Reprodução 

A Delegacia Especializada de Capturas e Polinter do Rio Grande do Norte está lançando o seu próprio serviço de Disque Denúncia. A partir de agora, por meio do aplicativo WhatsApp, qualquer pessoa pode ajudar a DECAP a encontrar e capturar foragidos da Justiça. Para isso, basta enviar uma mensagem para o número (84) 98135-6174 com o nome e a foto do procurado, além de imagens (fotografias ou vídeos) que mostrem o lugar onde é possível encontrar o criminoso, além de o endereço por escrito de onde ele está.
“Este é um serviço importante para a segurança pública do nosso estado e para a nossa sociedade. O informante não precisa se identificar, é fundamental destacar. O que queremos saber é nome da pessoa que deve ser presa e onde ela está. São informações que certamente irão contribuir bastante com o nosso trabalhar e ajudar a nossa equipe a cumprir o mandado de prisão”, destacou o delegado Odilón Teodósio, titular da DECAP.
Ainda de acordo com o delegado, o Disque Denúncia da DECAP funciona 24 horas por dia, durante toda a semana, inclusive fins de semana e feriados. “Haverá sempre um policial atento às mensagens. É fundamental a colaboração das pessoas. Com a prisão de pessoas perigosas, a propósito, estamos salvando vidas. E as pessoas que colaboram com o nosso trabalho também estão ajudando nesta missão”, destacou Odilón.
Os 11 mais procurados
Além de falar sobre o lançamento do serviço de Disque Denúncia, o delegado Odilón Teodódio confirmou que a equipe da DECAP vem trabalhando incessantemente para dar cumprimento a mandados de prisão que são considerados prioridade para a Polícia Civil potiguar. É o caso dos 11 mais procurados do Rio Grande do Norte.
Entre os mais procurados, estão criminosos já sentenciados pela Justiça, pessoas consideradas de alta periculosidade, além de suspeitos apontados pelas investigações como responsáveis por vários crimes cometidos no estado, como ataques a bancos, assaltos, homicídios e tráfico internacional de drogas. Quatro irmãos de uma mesma família também estão na lista. Confira:
O primeiro da lista dos mais procurados, segundo o levantamento feito pela DECAP, é o foragido Rannielly Brito de Azevedo, que responde a crimes de homicídio e assaltos a instituições financeiras. Ele também é condenado pelo assassinato do dirigente petista Ednaldo Filgueira, de 36 anos, morto a tiros em junho de 2011 na cidade de Serra do Mel, no Oeste potiguar. Na época, Ednaldo era presidente municipal do partido e era dono de um jornal que circulava na cidade. Rannielly escapou da cadeia em julho deste ano juntamente com outros 27 presos. Eles foram libertados por um bando de 30 criminosos que explodiu um dos muros da Penitenciária Doutor Ênio Pessoa Guerra, em Limoeiro, na Zona da Mata de Pernambuco. Os criminosos usaram dinamite.
O segundo da lista é Alan Davidson, procurado por chefiar uma quadrilha especializada em explosões e roubos a bancos. Ele escapou de um cerco policial realizado em fevereiro do ano passado. Foi após um trabalho de investigação da Divisão de Investigação e Combate ao Crime Organizado (DEICOR), que culminou com uma operação em uma granja no município de Taipu, distante 80 quilômetros de Natal. Na ocasião, houve confronto entre os policiais e vários bandidos fortemente armados. Durante a troca de tiros, os criminosos fugiram por um matagal, deixando para trás cinco fuzis, três espingardas e quatro pistolas. Ainda foram apreendidos mais de 3.000 munições, vários explosivos, nove coletes balísticos, rádios comunicadores da polícia e oito veículos.
O terceiro da lista é Márcio Gomes da Silva, que também responde por roubos a bancos, além de homicídio e assaltos. O foragido chegou a ser preso em 2011, durante uma operação da contra uma quadrilha de explosão de caixas eletrônicos. Durante a ação, ocorrida em Goianinha, dois bandidos foram baleados e morreram ao trocarem tiros com os policiais. Várias armas foram apreendidas.
Os demais procurados são:
Thiago Gomes Menezes, o Thiago Padeiro, que é procurado por assaltos. Ele chegou a ser preso em 2013, pela Polícia Militar de Parnamirim, suspeito de liderar uma quadrilha especializada em roubar carros de luxo no Rio Grande do Norte. A prisão acontece durante uma barreira policial montada na Avenida Maria Lacerda Montenegro, no bairro de Nova Parnamirim. Havia um mandado de prisão expedido pela Justiça potiguar contra ele. Na ocasião, Thiago Padeiro estava em uma BMW roubada;
Sandro Afonso de Souza Tavares, procurado por assaltos a instituições financeiras;
Max Rafael de Medeiros, procurado por assaltos a instituições financeiras;
Bruno da Silva Oliveira, procurado por assaltos a instituições financeiras; Paulista, ele foi preso em 2015 durante uma operação da DEICOR, que desbaratou uma quadrilha especializada em arrombamentos de terminais eletrônicos. Segundo as investigações, Bruno seria o responsável pelo fornecimento de drogas, armamento e munição à organização;
Francisco Deusamor Jácome de Oliveira, Samuel Jácome de Oliveira, José Romeu Jácome de Oliveira e Leidjan Jácome de Oliveira. Os quatro são irmãos, e todos procurados por tráfico internacional de drogas. Deusamor, Samuel e Romeu chegaram a ser denunciados pelo Ministério Público Federal em fevereiro deste ano, apontados como participantes de uma quadrilha que se associou para transportar drogas do Paraguai para distribuição no Rio Grande do Norte. Deusamor foi visto pela última vez participando de um comício político na cidade de João Dias, onde mora sua família. Para o delegado Odilón Teodósio, a atitude é vista como uma ousadia e uma afronta ao Estado.

Anderson Barbosa/Agora RN





comentário(s) pelo facebook:

0 Deixe seu comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste blog. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
* NÃO SERÃO AUTORIZADOS COMENTÁRIOS COM PALAVRAS DE TEOR OFENSIVO COMO XINGAMENTOS, PALAVRÕES E OFENSAS PESSOAIS.

 
Se inscreva no canal TV Passando na Hora no Youtube.
Inscreva-se