NOME NOME NOME NOME NOME

13/06/2020

EM MENOS DE 30 DIAS, RN TEM AUMENTO DE MAIS DE 9 MIL CONFIRMAÇÕES DE COVID-19




Confira cenário do Estado desde a primeira indicação de lockdown.
Apesar da abertura de novos leitos, taxa de ocupação hospitalar continua muito alta em Mossoró e em Natal Foto/Internet
Em menos de um mês o Comitê Científico do Consórcio Nordeste orientou por duas vezes a implementação de medidas de isolamento social mais rígido (lockdown) para as cidades de Natal e Mossoró como forma de enfrentamento à pandemia do novo coronavírus nas duas maiores cidades do Rio Grande do Norte.
Da primeira indicação, passando pela segunda recomendação aos dias atuais, verifica-se o aumento do número de casos confirmados e de óbitos, crescimento do total de internações, manutenção da forte pressão por leitos, ultrapassando os 95%, nas duas últimas datas da comparação, aumento do número de pacientes na fila de espera e constância do percentual de isolamento social (com exceção dos dados de ontem, que se basearam no índice do feriado).
A indicação foi feita pela primeira vez no dia 21 de maio, como divulgado pelo Blog. Na ocasião, o Comitê argumentou que vários estados, capitais e municípios do Nordeste preenchiam os critérios aprovados pelo órgão para adoção do isolamento mais restritivo – curva crescente de casos e óbitos e ocupação de leitos de UTIs e/ou enfermarias superior a 80%.
Nessa data, a Secretaria da Saúde Pública do Rio Grande do Norte (SESAP-RN) informava em coletiva de imprensa que o Estado chegava a 4.060 casos confirmados do novo coronavírus e registrava 178 mortes com confirmação da doença (releia). Natal tinha 1.668 casos confirmados e 49 óbitos com confirmação de Covid-19, segundo boletim da Sesap. Em Mossoró eram 705 casos confirmados e a cidade registrava 35 óbitos.
Na data, 395 pacientes estevam internados com suspeita ou confirmação do Covid-19, em leitos críticos e clínicos, de hospitais públicos, privados e filantrópicos do Estado. A sala de situação do RegulaRN mostrava, às 14h02, que a ocupação de leitos críticos do SUS era de 97,3% na Região Metropolitana, 89,1% na região Oeste (incluindo Mossoró e Pau dos Ferros) e 66 pacientes esperavam para serem regulados, sendo que 18 aguardavam por leitos críticos.
O percentual de pessoas isoladas no Estado nesse dia era 41,01%. Natal tinha 42,67% da população isolada e Mossoró tinha 43,36%.
A segunda indicação de lockdown foi apresentada pelo Comitê Científico do Consórcio Nordeste em 1º de junho.
Na ocasião, o órgão afirmou que reiterava a necessidade de manter o isolamento social rígido nos estados e municípios que decretaram as medidas anteriormente e complementava: “Além disso, o Comitê sinaliza, pela segunda vez, que essas medidas também deveriam ser adotadas, imediatamente, pelas Prefeituras de Natal e Mossoró, no Rio Grande do Norte; Campina Grande, na Paraíba e Arapiraca e São Miguel dos Campos, em Alagoas”.
Em 1º de junho boletim da Sesap informava que havia 8.008 casos confirmados de Covid-19, quase o dobro do registrado onze dias antes. O número de óbitos com confirmação da doença era 323.
Natal tinha 3.120 casos confirmados e número de óbitos na capital totalizava 105. Mossoró registrava 1.110 casos confirmados do novo coronavírus e 58 óbitos com confirmação da doença.
No dia 1º, 582 pessoas estavam internadas. A taxa de ocupação de leitos adultos críticos exclusivos para o tratamento de sintomas do novo coronavírus no Estado às 13h25 era de 95,7% na Região Metropolitana e 95,7% na região Oeste. A fila de espera tinha, às 13h30 da data, 114 pacientes a espera de leitos, sendo que 38 pacientes aguardavam leitos críticos. O índice de isolamento social no Estado era de 41,13%; Natal tinha 42,40% das pessoas isoladas e Mossoró registrava 43,86% de isolamento social.
Ontem 12, o RN chegou a 13.544 casos confirmados e o número de mortes com confirmação de Covid-19 era de 509 (dados individuais de municípios ainda não haviam sido divulgados).
753 pacientes estavam internados no Estado. Apesar do aumento no número de leitos, a taxa de ocupação de leitos críticos do SUS era de 98% na Região Metropolitana e 96,1% na região Oeste (Pau dos Ferros e Mossoró), por volta das 14h16. 129 pacientes aguardavam transferência, sendo 52 a espera de leitos críticos.
O índice de isolamento social ficou 49,20% no RN; 51,74% em Natal e 47,34% em Mossoró, conforme dados do Inloco repassados ao Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (LAIS-UFRN).

Bruno Barreto



comentário(s) pelo facebook:

0 Deixe seu comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste blog. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
* NÃO SERÃO AUTORIZADOS COMENTÁRIOS COM PALAVRAS DE TEOR OFENSIVO COMO XINGAMENTOS, PALAVRÕES E OFENSAS PESSOAIS.

 
Se inscreva no canal TV Passando na Hora no Youtube.
Inscreva-se