NOME NOME NOME NOME NOME

14/11/2019

PM SUSPEITO DE MATAR ENFERMEIRA NO RN TEM PRISÃO TEMPORÁRIA DECRETADA




Durante o interrogatório na Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), o sargento Luiz Galdino da Silva, 59 anos, negou o crime e apresentou álibis.
O sargento da Polícia Militar Luiz Galdino da Silva, 59 anos, foi preso temporariamente na quarta-feira (13) em Natal suspeito da morte da enfermeira Dayana Deisy Oliveira de Lima, 29 anos. A vítima era ex-companheira do PM e foi assassinada a tiros na noite de segunda-feira (11) em frente à casa da mãe dela, no conjunto Parque das Dunas, Zona Norte da capital.
Leia também:
Durante o interrogatório na Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), o suspeito negou o crime e apresentou álibis, de acordo com a delegada Jamille Alvarenga. “A prisão temporária foi fundamentada no temor que os familiares da vítima sentem devido ao suspeito ser um PM”, explicou Alvarenga. Segundo as investigações, ele não aceitava o fim do relacionamento.
Dayana Silva estava com medida protetiva expedida pela Justiça contra o ex-companheiro, desde o mês de março deste ano. Eles tiveram um relacionamento de 10 anos e têm dois filhos, um de 9 e outro de 4 anos.
Após prestar depoimento na DHPP, o sargento foi fazer exame de corpo de delito no Itep-RN com uma máscara e não quis conceder entrevista. A advogada de defesa, Helma Torres, afirmou que o cliente é inocente e existem provas de imagens de câmeras que serão apresentadas em momento oportuno.

OP9

comentário(s) pelo facebook:

0 Deixe seu comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste blog. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
* NÃO SERÃO AUTORIZADOS COMENTÁRIOS COM PALAVRAS DE TEOR OFENSIVO COMO XINGAMENTOS, PALAVRÕES E OFENSAS PESSOAIS.