NOME NOME NOME NOME NOME

01/06/2019

MULHER É RESGATADA PELA POLÍCIA MILITAR DA SERRA DO MEL, ENQUANTO ERA MANTIDA EM CÁRCERE PRIVADO E TORTURA.



Por volta das 15:00hs  o Destacamento de Polícia Militar da Serra do Mel,  Comandada pelo Sargento Antunes e SD Rildegardo, foram acionados para à Rua Veneranda Davi, 04 na Vila Brasília, onde informações dava conta, que um elemento estaria mantendo uma senhora  de nome Rosa Maria da Silva, vulgo "Maria Curupio", 43 anos, em cárceres privado  e tortura, na casa pelo elemento acusado de nome José de Anchieta. Segundo a denúncia, os populares ouviram gritos de dentro da casa, pedindo socorro, e  chamaram a Polícia. Os policiais chegaram ao local e constatou que a Sra. estava sendo torturada, deram voz de prisão em flagrante ao acusado, e conduziram as partes para a 1°DP no Alto de São Manoel, onde foi feito os procedimentos legais e o acusado foi autuado em flagrante pelo crime de cárcere privado e tortira.  A vítima foi encaminhada para o HRTM e em seguida deverá passar pelo ITEP para exames de corpo delito. Aos policiais militares ele alegou que ela tava furtando objetos da casa dele e por isso ele teria tomado essa atitude. Fica aí os comentários por conta dos nossos leitores. Ao chegar no local ela estava amordaçada na boca e mãos amarradas. Acho que cabe até a Maria da Penha aí.  Acredito que Dra. Cristiane Magalhães deverá entrar aí no caso para ajudar o acusado. 





comentário(s) pelo facebook:

5 comentários:

  1. Meu Deus que crueldade espero que a justiça deixe esse safado covarde preso

    ResponderExcluir
  2. O dever dele era chamar a polícia!!! Canalha!!!!

    ResponderExcluir
  3. Quando o cidadão se achar injustiçado e fizer o papel do estado, estará ele cometendo injustiça, pois o poder de polícia é do estado, sem falar quei os direitos da pessoa humana, fica a dica: um erro não justifica outro erro.

    ResponderExcluir
  4. Se ela estava roubando ele pq ñ chamou a polucia e a entrego? Ñ justifica essa agressão. O ser humano está tanto sem amor no coração q para muitos violêncio é o mais certo.

    ResponderExcluir
  5. Os dois erraram: ela por roubar e ele por ter feito o que fez. Mas aí ele vem com essa de que queria justiça. Será que ele queria fazer justiça mesmo ou só é ruim, igual ou pior que ela? Pra fazer o que fez, caráter totalmente limpo é que ele não deve ter, mesmo. Do jeito que fez com essa ladra podia ter feito (ou vir a fazer) com outra inocente.

    ResponderExcluir

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste blog. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
* NÃO SERÃO AUTORIZADOS COMENTÁRIOS COM PALAVRAS DE TEOR OFENSIVO COMO XINGAMENTOS, PALAVRÕES E OFENSAS PESSOAIS.