NOME NOME NOME NOME NOME

28/12/2018

POLÍCIA CIVIL ACATA ORDEM JUDICIAL E SUSPENDE PARALISAÇÃO NO RN



Governo do estado pagou o décimo terceiro de 2017 aos servidores da ativa e inativos. Benefício de 2018 e salário de dezembro seguem atrasados.
A Polícia Civil do Rio Grande do Norte decidiu suspender a “Operação Zero” nesta sexta-feira (28). A paralisação teve início na quarta (26) como forma de protesto contra o atraso no pagamento dos décimos terceiros salários de 2017 e 2018, além de atrasos na folha de dezembro. A categoria cumpre uma decisão judicial do desembargador Saraiva Sobrinho, do Tribunal de Justiça (TJRN), que determinou o fim imediato da greve da Polícia Civil no estado.
Até o dia 1º de janeiro, as delegacias funcionarão normalmente em regime de plantão. A única unidade que trabalhará com procedimentos de investigação será a Divisão Especializada em Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).
“O governo efetuou o depósito do 13° de 2017 de todos os servidores ativos e uma parcela de R$ 5 mil para os aposentados e pensionistas. Alguns aposentados, inclusive, já estão recebendo o valor integral. O justo é que os inativos e pensionistas tenham o mesmo tratamento. Porém, a categoria deliberou por retomar as atividades nos plantões por entender que parte do pleito foi atendida e, na quarta-feira, a partir das 9h, definiremos os próximos passos”, explica Nilton Arruda, presidente do Sindicato dos Policiais Civis (Sinpol-RN).
A categoria (ativos e inativos) recebeu o décimo terceiro referente ao ano de 2017, mas o benefício deste ano e a folha de dezembro seguem em atraso. Os policiais civis e servidores da segurança esperam que todos os aposentados e pensionistas recebam a integralidade do 13° de 2017.
Uma nova mobilização será discutida em assembleia marcada para o dia 2 de janeiro com os policiais civis e servidores da Segurança.

OP9
<

comentário(s) pelo facebook:

0 Deixe seu comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste blog. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
* NÃO SERÃO AUTORIZADOS COMENTÁRIOS COM PALAVRAS DE TEOR OFENSIVO COMO XINGAMENTOS, PALAVRÕES E OFENSAS PESSOAIS.