NOME NOME NOME NOME NOME

19/12/2018

APÓS 10 ANOS FECHADO GOVERNO INAUGURA OBRA DO TEATRO LAURO MONTE EM MOSSORÓ-RN



O governador Robinson Faria encerrou sua agenda desta terça-feira (18), em Mossoró, com a entrega oficial do Teatro Lauro Monte. Após 10 anos fechado, o espaço foi devolvido à população totalmente reformado.
Com investimento na ordem dos R$ 5 milhões, proveniente do Governo Cidadão, via empréstimo do Banco Mundial, o complexo cultural ganhou acessibilidade, climatização, novo sistema de combate a incêndio, pintura, instalação elétrica e hidráulica, além de modernos equipamentos cenotécnicos, iluminação e poltronas.
Recepcionado com atividades artístico-culturais alusivas à reabertura do teatro, o chefe do Executivo estadual destacou que “é um momento de alegria entregar essa obra tão reivindicada pela classe cultural de Mossoró. Estamos devolvendo um símbolo artístico da cidade e esperamos que os artistas e produtores locais façam bom uso deste espaço”, disse Robinson.
A obra foi iniciada em abril deste ano e concluída no mês de outubro, integrando os investimentos em reforma e restauração dos equipamentos culturais do RN, que ultrapassam os R$ 50 milhões. Entre os equipamentos, destaque para o Teatro Adjuto Dias, em Caicó e o Museu Café Filho, em Natal, entre outros.
“Todos esses equipamentos culturais são importantes não só para a população, mas para fortalecer o turismo e cultura das cidades e do nosso estado. E vejo, na região Oeste, uma grande afinidade com o nosso esforço da FJA em democratizar e garantir o acesso de todos à cultura, um esforço de tratar a cultura como um direito de cidadania, um esforço em respeitar e estimular a diversidade cultural”, pontuou o diretor da Fundação José Augusto (FJA), Amaury Júnior, órgão gestor do teatro.
A programação de reabertura contou com apresentações de artistas locais como o cantor Isaque Galvão e o concerto da Orquestra Sinfônica do RN. Prestigiaram o evento os secretários de Estado Jader Torres (Infraestrutura e Governo Cidadão) e Tatiana Mendes Cunha (Gabinete Civil), o empresário Tião Couto e autoridades locais.
Ismael Souza
<

comentário(s) pelo facebook:

2 comentários:

  1. Esse Teatro vai servir só pra fresco e sapatao ficar fazendo macacada. Colocar o pagamento dos servidores em dia que é bom, nada.

    ResponderExcluir
  2. E melhor um centro de recuperação de que teatro

    ResponderExcluir

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste blog. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
* NÃO SERÃO AUTORIZADOS COMENTÁRIOS COM PALAVRAS DE TEOR OFENSIVO COMO XINGAMENTOS, PALAVRÕES E OFENSAS PESSOAIS.