NOME NOME NOME NOME NOME

07/07/2018

SEQUESTRADOR DO EMPRESÁRIO MOSSOROENSE FÁBIO PORCINO MORRE EM CONFRONTO COM A PM NO CEARÁ



Ezequiel Zerafim Leitão, o "Kel", 50 anos, tombou morto, depois de se envolver em um tiroteio com policiais militares do grupamento especial da PM, neste quinta feira.05 de julho de 2018 na cidade de Canindé no estado do Ceará.
De acordo com informações da Polícia, após recebimento de denúncia anônima, os policiais seguiram até a localidade de Garrote, na zona rural daquele município, para averiguar se um foragido da Justiça estava naquela região. Ao chegarem no local, os policiais teriam sido recebidos à bala.
Ainda segundo a polícia  houve revide e o ‘Kel’ teria sido atingido em um troca de tiros. Ele ainda chegou a ser socorrido pelos policiais, mas morreu no Hospital São Francisco. A Polícia apreendeu uma pistola ponto 40 que estava com o criminoso.
Ezequiel Zerafim Leitão era foragido da justiça dos estados do Ceará e do Rio Grande do Norte, onde nesse estado teria participado do sequestro  do empresário Fábio Porcino Júnior, retirado de dentro de uma revendedora de veículos, em Mossoró, no ano de 2013.(RELEMBRE AQUI O FINAL DO SEQUESTRO)
A vítima foi resgatada pela Polícia em uma barraca de lona, em uma fazenda, no município de Canindé/CE. 'Kel' era o único dos envolvidos diretamente no sequestro que nunca havia sido capturado pela polícia
A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) confirmou que as patrulhas do BPRaio foram ao local após receber denúncias acerca da localização de um foragido da Justiça.
A Pasta acrescentou que além da pistola, o criminoso tinha dois carregadores, e uma quantia em dinheiro não divulgada. O material foi recolhido na operação e apresentado na Delegacia Regional de Canindé.

Diário do Nordeste

comentário(s) pelo facebook:

0 Deixe seu comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste blog. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
* NÃO SERÃO AUTORIZADOS COMENTÁRIOS COM PALAVRAS DE TEOR OFENSIVO COMO XINGAMENTOS, PALAVRÕES E OFENSAS PESSOAIS.