Google Analytics Alternative
NOME NOME NOME NOME NOME NOME

13/04/2017

ÔNIBUS DA EMPRESA GUANABARA É ALVO DE BANDIDOS MAIS UMA VEZ, NA BR-304 EM MOSSORÓ.



"Parecia não ter fim". Esta foi frase dita por uma passageira que não quis ter seu nome revelado. Por volta das 23:30hs desta quarta feira 12 abril 2017, passageiros de um ônibus da empresa Guanabara, que faz diariamente à  linha Fortaleza-CE - João Pessoa-PB, viveram momentos de terror e pânico. Tudo isso até pelo menos às 2:00hs desta quinta 13. O veículo foi interceptado por bandidos, que para parar o veículo dispararam diversas vezes contra o mesmo, levaram para Estrada do Melão que liga Maísa - Tibau, e realizaram um verdadeiro arrastão. De acordo com as vítimas, o ônibus foi cercado por homens fortemente armados na BR-304, já nas proximidades da comunidade da Maísa Zona Rural de Mossoró, distante cerca de 25km. Forçaram o motorista a parar com tiros, levaram, para a estrada do Melão, e fizeram todos os passageiros reféns, ordenando que o condutor trafegasse na estrada citada, dando voltas. Isso durou pelo menos duas horas e meia. "Imagine você refém de bandidos armados esse tempo todo. Parecia não ter fim. Foi muita angústia, temor e pânico". Disse outra passageira. Enquanto o veículo dava voltas, os bandidos tomava todos os pertences e objetos das vítimas que poderia serem levados de maior valor. O veículo e os passageiros foram levados à Delegacia de Plantão, no Alto de São Manoel, onde prestaram esclarecimentos e registraram BO (Boletim de Ocorrência). O caso deverá ser investigado pela Polícia Civil, através da DEFUR, onde o titular da especializada Dr. Luiz Fernando deverá receber relatório a respeito de mais um ataque a ônibus na nossa região. Nas fotos feitas pelo repórter da TCM Francileno Góis, é possível ver as marcas dos tiros em diversas parte do ônibus.



comentário(s) pelo facebook:

4 comentários:

  1. Os ônibus da Guanabara não andam em grupo? Mas vamos ao que interessa. Os bandidos devem ter garantidos todos os direitos humanos possíveis. Eles vão conquistar a tão sonhada vaga em um presídio (quando forem pegos), onde serão ressocializados, terão direito a alimentação farta e de qualidade, progressão de regime, biblioteca. Isso tudo deve ser garantido independentemente de recursos orçamentários. Eles são humanos. Se tivessem matado alguém, teriam cometido o crime-chiclete de latrocínio. Eles vão ser punidos de forma exemplar e outros crimes não serão cometidos. Se morrerem lá dentro, a família deve ser indenizada. O Brasil está unido na recuperação de assassinos, pedófilos, agressores de mulheres, ladrões, esquartejadores. Vamos lutar para que os presídios tenham piscina, campo de futebol, internet 3G. Eles são vítimas desse mundo cruel e triste. Se forem pegos, não precisam ressarcir nenhuma vítima do roubo. Ponto.

    ResponderExcluir
  2. Solidarizo-me com as vítimas, pois faz quase um mês que viajei nessa linha. Só pensava nisso todo tempo: o ônibus ser perseguido e eu não poder realizar meu objetivo. Estamos nesse dilema: bandido matando por nada, roubando. Quem tá ganhando? Estamos caminhando para algum lugar? É esse o país do carnaval e do futebol? Pena que ainda estou aqui.

    ResponderExcluir
  3. E o emprestimo governador?

    ResponderExcluir
  4. Um vagando já foi preso, agora é só dá um apertinho de nada nele que o mesmo canta a música direitinho esse safado assassino

    ResponderExcluir

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste blog. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
* NÃO SERÃO AUTORIZADOS COMENTÁRIOS COM PALAVRAS DE TEOR OFENSIVO COMO XINGAMENTOS, PALAVRÕES E OFENSAS PESSOAIS.