Clicky

NOME NOME NOME NOME NOME NOME NOME

02/01/2018

ALÔ!!! PROCON MOSSORÓ, DÊ UMA PASSADINHA NA BARRACA RESTAURANTE "DOIS IRMÃOS", EM TIBAU. PREÇOS ABUSIVOS E DONO ALTAMENTE DESPREPARADO PARA ATENDER SEUS CLIENTES.



Gostaria de informar ao dono da barraca "Restaurante Dois Irmãos" na praia das Emanuelas, que o valor da nota de R$ 100,00 reais do rico tem o mesmo valor da do pobre. Queria também informar ao senhor que no dia que eu estiver liso eu fico em casa comendo ovo com farinha. Não fui na sua barraca te pedir favor não. Fui com minha família me distrair, me divertir. Pedi 5 águas de coco para as crianças e na hora de pagar tive a surpresa que cada água sairia pelo preço de R$ 6,00 reais. Isso mesmo. Chamei o dono para questionar e pedi o cupom fiscal do meu consumo e o mesmo me disse. "Você toma suas cachaças e vem pra cá conversar m....." Um cara altamente prepotente e despreparado. Não recebi cardápio, comprei a água pensando que como em qualquer lugar pagaria cerca de R$ 3,00 ou até mesmo R$ 4,00 reais, porém como já havia consumido tive que pagar. Não iria nem postar essa matéria, porém pela maneira que ele me tratou estou aqui fazendo um apelo em nome de todos que gostam de curtir uma praia, que o PROCON vá lá, coibir esse abuso excessivo, não de todos mas de alguns comerciantes que pensam que nosso dinheiro não é suado e honesto. As pessoas tem que contestar sempre. Um absurdo. Acredito que nem em Copacabana no Rio de Janeiro paga esse valor. Infelizmente algumas pessoas deixam isso passar, por isso que os barraqueiros deitam e rolam com povo de Mossoró. 
Mais caro que no Rio de Janeiro
Com temperaturas que ultrapassam facilmente os 40º, é preciso buscar sombra e água fresca nas praias cariocas. A escolha da bebida é quase unânime, a água de coco é um sucesso de vendas e de público no Rio de Janeiro. Já para sombra, nada mais cômodo que os guarda-sóis espalhados pela orla. Os quiosques da zona sul, norte e oeste oferecem esses produtos e os preços variam, mas não muito.
Água de coco
Com propriedades nutricionais que funcionam como um isotônico natural, os preços do coco verde variam entre R$ 3,00 e R$ 3,50. O produto é o mais vendido dos quiosques do calçadão e da areia. Na região da Barra da Tijuca, na zona oeste, a média é de 500 cocos por fim de semana. A bebida custa em média R$3,00, e os preços não mudam na orla. Porém, os comerciantes afirmam que não existe um cartel do coco nas praias cariocas.


comentário(s) pelo facebook:

44 comentários:

  1. Por isso q o povo fazem o que quer,uma Água de cocô por 6,00 reais e ubsurdo mesmo!...Mais o "povo"de Mossoró gosta de pagar caro mesmo,DUVIDO Q AO LADO DESSE COMERCIO AI TIVESSE UM Q VENDESSE POR 3,00 E O DE 6,00 NÃO VENDESSE MAIS...ACHE RUIM QUEM QUISER..MAIS AS COISAS FUNCIONAM ASSIM....

    ResponderExcluir
  2. em tibau
    ele se aproveita mês de janeiro
    único mês que eles pegam em dinheiro
    restante do ano eles passam até fome
    pq não tem niguem lá pra meter a tromba

    ResponderExcluir
  3. procon e Fiscal da Secretaria de Tributação, pois e LEI A EMISSAO DO CUPOM FISCAL AO CONSUMIDOR, ELE TEM OBRIGAÇÃO DE EMITIR O CUPOM FISCAL, se fosse eu, ou ele emitia o CUPOM DO MEU CONSUMO, OU EU NAO PAGARIA A CONTA, E MANDAVA ELE CHAMAR A POLICIA, E UM DIREITO SEU DE EXIGIR O CUPOM FISCAL DO SEU CONSUMO, ELE ESTA SONEGANDO IMPOSTO, E ISSO E CRIME CONTRA O ESTADO.

    ResponderExcluir
  4. Discordo se o atendimento foi mal feito, agora, sobre o valor do produto você deveria perguntar antes de pedir né,amigo.

    ResponderExcluir
  5. Faz uns 5 anos que freguento a Barraca Dois Irmãos e irei continuar a freguentar, não sou rico, e nunca fui mal tratado neste local, pelo contrário, e a vida me ensinou a sempre perguntar antes de consumir ou usar determinado produto ou serviço.

    ResponderExcluir
  6. Vamos fazer uma rifa para o próximo ano ele poder toma agua de coco sem chorar

    ResponderExcluir
  7. Caro é no Shopping, só para entrar lá já custa $ 5,00 (cinco reais) e nem precisa consumir nada que já paga.

    ResponderExcluir
  8. Ele pagou o que consumiu 30 reias de 6 cocos consumidos pela familia!confira o cardápio da próxima vez.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como pode se um cocô é 6,00 reais e foi consumido 6 coco essa conta está errada.

      Excluir
    2. Um coco lá custa 5 reais x 6 unidades:30 reias! Muito fácil kkk

      Excluir
    3. Foi cobrado os 6 que eles beberam.6x5:30.kkkkk

      Excluir
  9. Uma sugestão para o senhor que consumiu,mostre a comanda da sua despesa total na barraca para que a parte ofendida possa se defender?!Servirá para os ouvintes saber de fato o que aconteceu e não fazer acusações injustas contra o proprietário do estabelecinto e prejudicar a imagem da barraca que eu saiba é boa reputação.Senhor,da próxima vez consulte o cardápio e consuma somente o que você pode gastar.

    ResponderExcluir
  10. esses utimos comentario so pode ser do proprietario da barraca nao acredito q tenha alguenha q defenda um asalto desse

    ResponderExcluir
  11. uma agua de coco por 6 reais tem q ser denuciado isso e um abisurdo voces q tao devendeno o dono da barraca so poder ser da familha i si nao for e os babao

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vc deve ser outro liso que não paga 5,00 no coco com direito assento e fica em casa com pena de gastar.Deve ser outro puxa saco do outro,coisa feia mentir querer pagar 5 unidade por 6.E o coco que esconderam de baixo da mesa para não pagar.

      Excluir
  12. tem q mostra a barraca mesmo porque assim nao vai ter cliente pra ele vende pra ele sabe q nao existe agua de coco por seis reais o senho dono dessa barraca pessa q dinheiro da em arvore

    ResponderExcluir
  13. o pvo nao e besta nao o senhor compra um coco por um real q vende por seis reais vai fica sem cliente ok

    ResponderExcluir
  14. Aos senhores e senhoras que estão criticando se o rapaz perguntou ou não o valor antes, estão certos em partes apenas. Pois o sensato é sempre pesquisar os valores, porém, é inadmissível que o lojista pregue preços abusivos. O abuso de preço contra o consumidor é crime e é o papel do PROCON intervir.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E um dever do consumidor reclamar quando se achar lesado .

      Excluir
    2. É um direito reclamar quando se tem razão.É errado consumir e não querer pagar tudo que consumiu.😃

      Excluir
  15. Esses comentários positivos só pode ser do dono da barraca ou dos familiares dele, 6 reais em uma água de coco não tem justificativa que melhore a imagem depois dessa matéria eu nem piso mais lá .

    ResponderExcluir
  16. Não sou dono do estabelicimento,o coco custa 5 resis e foi consumido 6 unidades.

    ResponderExcluir
  17. Por que não tomou água do pote?????????????????

    ResponderExcluir
  18. Se pedir um peixe frito . Tem q deixar o carro empenhado. Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  19. Vc tá é no lucro amigo pagou só seis numa agua de coco. Eu paguei foi 20 reais em dois cachorro quente e uma latinha de guarana kkk ali naquela barraquinha logo na entrada do lado direito

    ResponderExcluir
  20. Vc tá é no lucro eu paguei foi 20 reais em dois cachorro quente e uma latinha de guarana ali na entrada do lado direito

    ResponderExcluir
  21. http://www.gazetadopovo.com.br/rodrigo-constantino/artigos/o-que-seria-um-preco-abusivo/
    Nessa reportagem podemos ver como se configura a cobrança abusiva.
    Obs: a reportagem é de 2014 e no Rio o preço do Coco já era R$ 6,00. Imagine hoje... deve estar 8,00

    ResponderExcluir
  22. Sobre o valor, também acho abusivo, o melhor é sempre perguntar antes. Sobre o atendimento, eu já fui bem antendida lá algumas vezes, mas já fui extremamente mal tratada por um dos donos e nem tinha nada a ver com preço. Nunca mais voltei e nem voltarei.

    ResponderExcluir
  23. Não é se tratando de perguntar ou se foi deixado claro o valor cobrado,A verdade é que não é só essa barraca que SUPERFATURARAM seus produtos e alimentos. Depois reclamam que as pessoas não vão á praia pra gastar como faziam antes. Dessa forma, eles estão roubando descaradamente o nosso dinheiro e explorando o consumidor em barracas que não trazem o mínimo de conforto pra tanta caristia vista. ABSURDO

    ResponderExcluir
  24. Tem mais caro em outras barracas já tomei de 8 reais

    ResponderExcluir
  25. e por isso que esse brasil nao vai pra frente mesmo o rapaz esta procurando os direitos dele a ven um montes de merdas defende o dono da barraca

    ResponderExcluir
  26. Ta certo em sua publicação amigo, moro no RN a 5 anos e só fui nessa porcaria de tibal uma vez e já voltei detestando.


    ResponderExcluir
  27. Comprar coco por 1 a 2 reais em mossoro, gela e leva pra praia... nao volta com carteira vazia. Pensem bem...

    ResponderExcluir
  28. Viva o tempo da farofada... facilidades atuais depende desses abusos... infelizmente...

    ResponderExcluir
  29. esses que estao defendeno so poder ser da familha nao acredito que tenha gente que devenda uma exploraçao desse tamanho quero ver si ele vai ter cliente depois dessa reportagem

    ResponderExcluir
  30. esses que estao defendeno so poder ser da familha nao acredito que tenha gente que devenda uma exploraçao desse tamanho quero ver si ele vai ter cliente depois dessa reportagem

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa,quanta bobagem!Um coco custa 5 reais na praia sentado na mesa e curtindo a praia eu pago até mesmo mais de 5 só for precisó.

      Excluir
  31. voce dono dessa barraca poder comerça a toma a agua dos seus cocos porque voce nao vai consegui vende mais nem um

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse choro todo é para não pagar 5 reais em um coco na praia de Tibau?!kkkkl

      Excluir
    2. Esse choro todo é para não pagar 5 reais em um coco na praia de Tibau?!kkkkl

      Excluir
    3. Esse choro todo é para não pagar 5 reais em um coco na praia de Tibau?!kkkkl

      Excluir

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste blog. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
* NÃO SERÃO AUTORIZADOS COMENTÁRIOS COM PALAVRAS DE TEOR OFENSIVO COMO XINGAMENTOS, PALAVRÕES E OFENSAS PESSOAIS.