Clicky

NOME NOME NOME NOME NOME NOME

08/11/2017

HOMEM É PRESO APÓS FURTAR CARNE EM SUPERMERCADO DE MOSSORÓ-RN



Um homem identificado como Francisco Cezar de Menezes 49 anos de idade,foi preso em flagrante na tarde desta quarta feira 08 de novembro de 2017,após furtar cerca de três quilos de picanha de um supermercado do Alto de São Manoel em Mossoró no Rio Grande do Norte.
Após o furto o homem foi perseguido por seguranças do supermercado,e durante a fuga escondeu o produto furtado em um terreno de um material de construção na Avenida Sérvulo Marcelino.
Após ser detido por um segurança do supermercado,o homem foi entregue a Policiais Militares da Companhia Independente de Proteção Ambiental (CIPAM),que foi com ele até o local onde o produto do furto estava escondido,e em seguida ele foi conduzido para a Delegacia de Plantão para os procedimentos cabíveis. 


comentário(s) pelo facebook:

6 comentários:

  1. nada justifica o roubo, se todo mundo que passar fome for rouba estamos lascado. pq n pediu ou pq n foi trabalhar? pq acha q tirar na covardia o que n pertence é mais facil.

    ResponderExcluir
  2. Pelo amor de Deus....eu acho que esses olha supermercado devem está abafando com toda essa carga roubada
    Paciência*

    ResponderExcluir
  3. esse ai vai morrer na cadeia por causa de uns KGs de Carne, Agora se ele se candidatasse a Politico e roubasse, nao dava em nada KKKKKKK!!!!!, Justiça FULERA ESSA DE NOSSO PAIS VEI SEM FUTURO.

    ResponderExcluir
  4. Tbm ñ estou defendendo, mas esses empresários das grandes redes de supermercados de Mossoró tbm ñ são esses santinhos ñ....

    ResponderExcluir
  5. Uma das frases mas antigas e popular e aquela q diz q o crime ñ compensa.
    Pós no Brasil só não compensa se for dessa natureza, quantos estão presos do roubo de mas de 164 milhões do Banco Central de Fortaleza em?

    ResponderExcluir

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste blog. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
* NÃO SERÃO AUTORIZADOS COMENTÁRIOS COM PALAVRAS DE TEOR OFENSIVO COMO XINGAMENTOS, PALAVRÕES E OFENSAS PESSOAIS.