Clicky

NOME NOME NOME NOME NOME NOME

27/09/2017

EM NOVA CHACINA,QUATRO SÃO MORTOS EM NATAL-RN



Crime aconteceu nesta quarta-feira (27), nas Rocas. Segundo a polícia, duas pessoas foram socorridas ao hospital.
Vladson Andrade, Eduardo Alisson e Dayse Suely foram mortos na chacina do Beco do Releixo (Foto: Cedida)

Pelo menos quatro pessoas morreram em uma chacina que aconteceu na tarde desta quarta-feira (27) no bairro das Rocas, Zona Leste de Natal. Segundo a polícia, seis pessoas foram baleadas. Além dos mortos, outras duas vítimas foram socorridas ao hospital. É a segunda chacina registrada em menos de uma semana no Rio Grande do Norte. A outra ocorreu na sexta-feira passada, dia 23, na cidade de Extremoz, Região Metropolitana da capital. Seis jovens foram assassinados na ocasião.
Desta vez, o crime aconteceu em uma rua estreita das Rocas, conhecida por Beco do Releixo. Ainda de aocordo com a PM, homens armados invadiram uma casa em que estavam as vítimas e dispararam várias vezes contra todos que estavam no local. Três homens e uma mulher morreram ainda dentro do imóvel. Três corpos foram encontrados no térreo e o quarto no primeiro andar.
O coronel Zacarias Mendonça, comandante do Policiamento Metropolitano, diz que um dos mortos comandava o tráfico no bairro.
Polícia identifica as vítimas
A polícia identificou as vítimas da chacina registrada na tarde desta quarta-feira (27) no bairro das Rocas, Zona Leste de Natal. Uma delas é Vladson Barros de Andrade, de 30 anos. Em 2012 ele foi preso pela Delegacia de Narcóticos na chamada “Operação Releixo”, que teve por objetivo desarticular o tráfico de drogas na região. Vladson de Andrade é apontado pela polícia como sendo o atual comandante do comércio de entorpecentes no bairro.
Também foram mortos Radanezio Barbosa, de 23 anos, uma mulher identificada como Dayse Suely, de 28 anos, e um adolescente identificado como Eduardo Alisson, de 17 anos de idade. Além deles, duas outras pessoas foram baleadas, ambas socorridas ao hospital.
Chacina de Extremoz
Seis jovens foram executados a tiros na noite da sexta-feira (22) na frente de uma casa na comunidade de Santa Maria, em Extremoz, município da Grande Natal. Eles faziam uma pequena confraternização e bebiam quando foram rendidos pelos assassinos. Um deles ainda foi socorrido, mas chegou morto ao hospital. Ninguém foi preso.
Segundo o delegado Luciano Chaves, que coordena uma das equipes da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), o crime aconteceu por volta das 21h.
Ele contou no sábado (23) que pelo menos 10 homens com armas de grosso calibre participaram da matança. No local, também foram encontradas capsulas de pistola.
Os corpos das vítimas foram velados juntos, no domingo (24), na escola municipal em que um deles estudava e os demais eram ex-alunos.
Violência desenfreada
Até a manhã desta quarta-feira (27), foram registrados 1841 assassinatos no Rio Grande do Norte em 2017, de acordo com o levantamento do Observatório da Violência Letal Intencional do RN (Obvio). Em Natal, foram 481 casos. A capital é a cidade mais violenta do estado.

G1-RN

NOME NOME

comentário(s) pelo facebook:

0 Deixe seu comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste blog. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
* NÃO SERÃO AUTORIZADOS COMENTÁRIOS COM PALAVRAS DE TEOR OFENSIVO COMO XINGAMENTOS, PALAVRÕES E OFENSAS PESSOAIS.