Google Analytics Alternative
NOME NOME NOME NOME NOME NOME

29/06/2017

TRÊS HOMENS SÃO PRESOS EM ASSU-RN COM CARGA ROUBADA



Após receber denúncia pelo telefone 191 de que uma carreta de cor branca, que seguia para Mossoró pela BR 304, transportava carga suspeita de ser roubada, uma equipe da Polícia Rodoviária Federal, com o apoio da Polícia Militar, realizou diligências, e ao chegar nas proximidades de um posto de combustível, no km 108, em Assu, visualizaram a carreta e a abordaram.
No veículo seguiam três homens: o condutor, um homem de 33 anos, residente na zona rural de São Paulo do Potengi e mais dois ocupantes. Um deles, o proprietário do veículo, de 29 anos e residente em Macaíba, disse inicialmente que nem o caminhão nem a carga lhe pertenciam. Porém, os PRFs encontraram no interior do veículo o documento identificando-o como dono da carreta. O terceiro ocupante, um homem de 61 anos, residente em Natal, já tem passagem na polícia por receptação e disse aos policiais que já respondera por homicídio.
 Na carreta foram encontradas cerca de 25 toneladas de arroz das marcas Biju e Tio João, distribuídas em fardo, sem qualquer comprovação de origem lícita dessa carga. Durante a ocorrência, os três envolvidos também apresentaram versões conflitantes.
Os PRFs descobriram que a carreta desta ocorrência já havia sido utilizada em um outro crime de receptação. Em outubro do ano passado, foi abordada na BR 304, em Santa Maria/RN, transportando também carga de produtos alimentícios suspeita de origem ilícita e sem comprovação fiscal.
Outro fato grave foi o flagrante do condutor da carreta que portava 15 comprimidos de Nobésio Forte, substância de venda proibida, muito usada por motoristas profissionais para inibir o sono.
Diante dos fatos, foi dada voz de prisão aos suspeitos. A ocorrência foi encaminhada à delegacia de plantão da Polícia Civil de Mossoró para as medidas cabíveis.

Assessoria de Comunicação Social da PRF no RN

comentário(s) pelo facebook:

12 comentários:

  1. Por favor alguém sabe informar oque tá acontecendo com o site do o câmera e o fim da linha pois não responde quando agente tenta entra neles por favo mim ser uma resposta

    ResponderExcluir
  2. E a polícia vai fazer o que com o arroz ?

    Faz doação para os mais carentes só acho!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O CORRETO É DEVOLVER AO DISTRIBUIDOR (QUE NÃO É FACIL QUE O MESMO RECEBA, OU SE RECEBER FALTARÁ METADE DA CARGA), COM CERTEZA FOI FEITO UM B.O. NALGUM LUGAR.

      Excluir
  3. um salve ae pra os irmazinhos do RN so p comunicar que agora a baixinha é tudo 22222222 ja estamos tomando de conta do setor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agora fiz igual a o marinho jogador dd futebol"sabia não"com aquela mesma cara

      Excluir
  4. Kkkk tomando de conta até parece sfd

    ResponderExcluir
  5. O que tem na baixinha??

    ResponderExcluir
  6. Valha tomaram até a baixinha...kkkkk,tomaram de quem???

    ResponderExcluir
  7. É muita vontade de ser bandidos mermo uns passa fome desses,passam a noite vendendo pedra só pra dá lucro o verdadeiro traficante,, o que sobra só da pra comprar um completo e uma carteira de derby..kkkkkk

    ResponderExcluir
  8. Parabens para voces dos blogs daqui de Mossoró! É muito gratificante ver voces liberarem "esses comentários" bastante elucidativos. Esses que fazem apologia ao crime. Desses idiotas das "FACÇÕES", OU MESMO ÀS REPOSTAS ENTRE MEMBROS DESSAS GANGS. Seu eu não estiver "muito errado", isso pode ser entendido como "incitação ao crime", punido na forma da lei. Basta uma denuncia ao MP. Ah, antes que eu esqueça: PUBLIQUEM ESSE TAMBEM!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Deixa de ser besta. Ai quer dizer q se pública comentários desses analfabetos se comunicando é crime kkkkk eu entendo como direito de expressão.

      Excluir

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste blog. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
* NÃO SERÃO AUTORIZADOS COMENTÁRIOS COM PALAVRAS DE TEOR OFENSIVO COMO XINGAMENTOS, PALAVRÕES E OFENSAS PESSOAIS.