Google Analytics Alternative
NOME NOME NOME NOME NOME NOME

13/05/2017

ESTELIONATÁRIOS SÃO PRESOS PELA POLÍCIA CIVIL EM MOSSORÓ APLICANDO O GOLPE DO FALSO TRABALHO



As equipes de policiais civis da Delegacia de Defraudações e 1 DP, sob o comando do Delegado José Vieira, prenderam, na manhã deste sábado (13/05), em flagrante delito as pessoas de Claudia Amaral e José Aroldo, por estarem ofertando fraudulentamente oportunidades de inserção no mercado de trabalho pelo programa jovem aprendiz, cobrando ardilosamente certos valores dos interessados, os quais deveriam deixar seus cópias de seus documentos pessoais.
Segundo as investigações, os autuados encaminhavam correspondências para alunos de escolas da rede pública, dizendo serem representantes da Fundação Gentileza gera Gentileza, comunicando que os mesmos foram contemplados com o cadastro no programa nacional de estágio em que seriam inseridos no mercado de trabalho pelo projeto Jovem Aprendiz, para tanto deveriam realizar um cadastro no valor de R$ 20,00 reais. E quando os estudantes compareceram ao local indicado, constataram estava sendo cobrada outra taxa, para matrícula em um curso de profissionalização e que no final seriam inseridos numa empresa conveniada a referida fundação. 
Em entrevista, muitos pais ficaram indignados, pois acreditavam que seus filhos já haviam sido contemplados com o primeiro emprego e foram atraídos ainda pela propaganda constante de um logotipo utilizado na correspondência do projeto Jovem Aprendiz.
Conforme asseverou o Delegado, os autuados disseram que não possuíam autorização do Ministério do Trabalho e Emprego, nem da Secretaria de Educação e nem registro no COMDICA, o que é necessário para intermediar mão de obra aprendiz e de estágio.
As instituições autorizadas e regulares em Mossoró a realizar esse tipo de recrutamento pra trabalho de estágio e de aprendizado são o CIEE, IEL, IFRN, SENAI e SENAC. 
Os mesmos foram levados à Delegacia de Plantão, onde foram autuados por crime contra a economia popular, estelionato e propaganda enganosa. E em seguida foram encaminhados a cadeia pública.

comentário(s) pelo facebook:

11 comentários:

  1. KD as fotos,pq não mostra acará desse povo?

    ResponderExcluir
  2. KD as fotos,pq não mostra acará desse povo?

    ResponderExcluir
  3. Cadê as fotos desses bandidos??? Colocam foto de tudo aqui de gente morto de assassino de estrupador cadê a deles???? Porque são bandidos também que enganam pessoas com falsas promessas poste a foto para que outros possam saber que foram enganados por eles também porque aposto q foram muitos!

    ResponderExcluir
  4. O mais interessante é que a polícia nem o blog divulga a foto.
    Agora se fosse um pobre coitado que tivesse roubado galinha já tava estampado na capa

    ResponderExcluir
  5. sao ricos ai nao pode mostrar fotos kkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  6. Triste realidade... Mas achei uma falta de respeito da direção das escolas por darem informações dos alunos...

    ResponderExcluir
  7. Triste realidade... Mas achei uma grande falta de respeito da direção da escola em dar informação dos alunos a desconhecidos...

    ResponderExcluir
  8. Triste realidade... Mas achei uma falta de respeito da direção da escola em dar informações dos alunos...

    ResponderExcluir
  9. meu sobrinho ganhou 1 em barauna. quando me mostrou, ja falei pra ele q era enrolada, pois vi a taxa de 20,00 para um cadastro e vi q usavam a logo do jovem aprendiz e sei q nao eh assim q funciona o projeto.

    ResponderExcluir
  10. digivagas era pra ta no meio dessas investigações...

    ResponderExcluir
  11. É muito triste alguém usar de má fé, pois meu filho ganhou uma dessas e agente ser enganado, é porque sabe q no Brasil pode tudo q não acontece nada se não saíssem mais nunca da cadeia iam aprender!������

    ResponderExcluir

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste blog. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
* NÃO SERÃO AUTORIZADOS COMENTÁRIOS COM PALAVRAS DE TEOR OFENSIVO COMO XINGAMENTOS, PALAVRÕES E OFENSAS PESSOAIS.