Google Analytics Alternative
NOME NOME NOME NOME NOME NOME

09/03/2017

DEFUR PRENDE HOMENS QUE MATARAM PM DURANTE ROUBO À JOALHERIA EM NATAL



A Delegacia Especializada em Furtos e Roubos (DEFUR) divulgou, durante uma coletiva de imprensa que aconteceu na manhã desta quinta-feira (09), os resultados da Operação Covardia que prendeu três homens que confessaram ter participado do latrocínio do policial militar Daniel de Oliveira Pessoa, morto durante um assalto a uma joalheria no dia 31 de janeiro de 2017, em um shopping da Zona Norte de Natal.Toda ação foi gravada por câmeras de segurança.(RELEMBRE)
Foram presos Edivaldo Moura do Nascimento Neto, vulgo “Neto Verme”, autor dos disparos. Ele foi detido em cumprimento a um mandado de prisão preventiva, quando em Belém do Pará; Jesus Alison Cavalcante Pereira, vulgo “Baixinho”, que dirigiu o carro que deu fuga ao grupo e Thiago de Souza Vilarinho, vulgo “Th”, que rendeu o segurança do estacionamento do shopping. Os dois últimos eram foragidos da Penitenciária de Alcaçuz e tinham mandado de prisão em aberto. O suposto homem que estava dentro da loja roubando as joias é Francisco Danilo Nunes Aquino, vulgo “Moleque” ou “Dandan” que está sendo procurado pela Polícia Civil.
Edivaldo Moura foi preso na última terça-feira (07), por policiais civis da Defur que foram até a cidade de Belém, estado do Pará. Jesus Alison, que estava com a arma roubada do policial militar, uma pistola calibre 380 da marca Glock e Thiago de Souza foram presos na noite desta quarta-feira (08), na cidade de São Gonçalo do Amarante. “Nós autuamos Jesus Alison em flagrante pelos crimes de posse ilegal de arma e resistência. Thiago de Souza também foi autuado em flagrante pelo crime de uso de documento falso”, detalhou a delegada Danielle Filgueira, responsável pela condução da investigação do latrocínio do policial militar Daniel de Oliveira.
“ Assim que o policial militar Daniel foi morto, a DEFUR deu início aos primeiros passos da investigação, que hoje revela para a sociedade quem são os autores de crime tão covarde contra um agente de segurança. Importante destacar a garra da equipe da DEFUR e agradecer a todo o apoio logístico oferecido pela Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (SESED). Importante destacar também, a colaboração do nosso Núcleo de Inteligência (NIP) que atuou em parceria com o Núcleo de Inteligência da Polícia Civil do Pará”, afirmou o delegado-geral Claiton Pinho.
“Nós descobrimos que todos os envolvidos com o crime são integrantes da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC), três deles haviam fugido da Penitenciária de Alcaçuz na última rebelião, que aconteceu em janeiro de 2017. Como Edivaldo Moura estava solto, ele fazia o papel de articulador do grupo. Após a fuga do presídio, o grupo combinou para fazer o assalto à joalheria”, detalhou a delegada Danielle Filgueira.
Edivaldo Moura era lutador de muay thai e foi preso na academia onde treinava, em Belém, cidade onde ele nasceu. A Defur descobriu que Jesus Alison e Thiago de Souza estavam morando na cidade de São Gonçalo do Amarante e que estavam preparando-se para realizar assaltos a bancos. “Na casa de um deles nós encontramos grampos que são usados neste tipo de crime”, afirmou a delegada Danielle Filgueira.
Com a prisão dos três homens, a próxima meta é prender Francisco Danilo Nunes Aquino, conhecido como “Moleque” ou “Dandan”. De acordo com a Polícia Civil, ele está baleado no braço direito e usando uma tipóia. A Polícia Civil pede à população que forneça informações anônimas sobre o paradeiro de “Moleque”. Os dados podem ser fornecidos para o Disque Denúncia 181 ou para a Defur (3232-4550).

NOME NOME

comentário(s) pelo facebook:

2 comentários:

  1. Alguem souber de uma justiça que possa ajudar o servidor publico do estado do rio grande do norte a voltar a ter o direito do emprestimo consignado por favor divulgue. Este ditador que air estar no poder do governo do RN e' intocavel!

    ResponderExcluir
  2. Vocês vão sofrer só um pouquinho viu seus covardes eu sei que vcs vão.

    ResponderExcluir

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste blog. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
* NÃO SERÃO AUTORIZADOS COMENTÁRIOS COM PALAVRAS DE TEOR OFENSIVO COMO XINGAMENTOS, PALAVRÕES E OFENSAS PESSOAIS.