Google Analytics Alternative
NOME NOME NOME NOME NOME

11/02/2017

AGENTES PENITENCIÁRIOS DO CDP/ASSÚ-RN PRENDEM INDIVIDUO COM 2 KG DE MACONHA EM UM TAXI NA BR 304.



Na tarde desta sexta-feira, dia 10 de Fevereiro de 2017, os agentes Penitenciários do Centro de Detenção Provisória de Assú, após denúncia anônima de que um casal de jovens, dentre eles, supostamente, um individuo foragido do sistema penitenciário,  estariam em um taxi, com destino a Mossoró,  em posse de uma importante quantidade de drogas,   organizaram uma operação e saíram em diligencia com o intuito de verificar a referida denuncia. 
Após perseguição, os agentes Penitenciários conseguiram alcançar e abordar o taxi na BR 304, já próximo a entrada de Mossoró/RN. Depois de revista minuciosa nos passageiros e pertences dos mesmos, foi encontrado em posse  de um individuo, uma quantidade de aproximadamente 2kg de droga, supostamente maconha, constatando assim, a veracidade da denuncia. Na oportunidade foi dado voz de prisão e o elemento foi conduzido até a Denarc em Mossoró para fazer o flagrante. Uma menor de idade, que estava na companhia do mesmo, também foi detida e conduzida para a delegacia.  
Na delegacia, após consulta, foi verificado que o referido indivíduo tinha um mandado de prisão em aberto por um homicídio qualificado. O individuo foi identificado com o nome de  Renê Jefferson e vai responder por trafico de drogas e aliciamento de menor.
Participaram da operação os agentes penitenciários Fernando Filho (diretor da unidade), Magdiel Fernandes e José Santos Carneiro Junior.

comentário(s) pelo facebook:

2 comentários:

  1. Vai dar tudo certo
    É só o trabalhar de Deus na sua vida,ele permitiu te colocar aí provavelmente pra te livrar de coisa pior aq fora.
    Tenha paciência,tenha fé em Deus q tudo vai dar certo.
    Aproveite esse tempo para refletir em tudo q o Senhor me usou para te dizer.
    Vc sabe quem é.

    ResponderExcluir
  2. GOVERNO DO RIO GRANDE DO NORTE PREJUDICA EMPRESTIMO CONSIGNADO DOS SERVIDORES PUBLICOS.
    ESSE GOVERNO ROBSON FARIA SIMPLESMENTE DECIDIU ROMPER O CONTRATO COM A EMPRESA RESPONSAVEL POR ADMINISTRAR A MARGEM CONSIGNADA DO FUNCIONALISMO PUBLICO SEM QUALQUER JUSTIFICATIVA E SEM CONTRATAR UMA SUBSTITUTA.
    O RESULTADO DISSO? MAIS DE 100 MIL SERVIDORES ENTRE ATIVOS E INATIVOS FICARAM IMPEDIDOS DE REALIZAR QUAISQUER OPERAÇOES FINANCEIRAS COM DESCONTO EM FOLHA. NAO HA JUSTIFICATIVA PARA O CANCELAMENTO DO CONTRATO QUE NAO TINHA CUSTO ALGUM PARA OS COFRES PUBLICOS. QUAL FOI O REAL INTERESSE DO GOVERNO EM FAZER ISSO? PREJUDICAR O SERVIDOR DE FORMA AUTORITARIA? EXISTEM OUTROS INTERESSES POR TRAS? A UNICA COISA QUE SE SABE E' QUE MAIS 100 MIL FAMILIAS POTIGUARES FORAM PREJUDICADAS COM ESSA MEDIDA UNILATERAL. COM ESSA IMPUNIDADE DESSE GOVERNO, O RIO GRANDE DO NORTE ABRE PRECEDENTE PARA UMA POLITICA DE DESVIO DE FINALIDADE PARA O BRASIL.

    Responder

    Anônimo4 de fevereiro de 2017 22:33
    GOVERNO DO RIO GRANDE DO NORTE PREJUDICA EMPRESTIMO CONSIGNADO DOS SERVIDORES PUBLICOS.
    ESSE GOVERNO ROBSON FARIA SIMPLESMENTE DECIDIU ROMPER O CONTRATO COM A EMPRESA RESPONSAVEL POR ADMINISTRAR A MARGEM CONSIGNADA DO FUNCIONALISMO PUBLICO SEM QUALQUER JUSTIFICATIVA E SEM CONTRATAR UMA SUBSTITUTA.
    O RESULTADO DISSO? MAIS DE 100 MIL SERVIDORES ENTRE ATIVOS E INATIVOS FICARAM IMPEDIDOS DE REALIZAR QUAISQUER OPERAÇOES FINANCEIRAS COM DESCONTO EM FOLHA. NAO HA JUSTIFICATIVA PARA O CANCELAMENTO DO CONTRATO QUE NAO TINHA CUSTO ALGUM PARA OS COFRES PUBLICOS. QUAL FOI O REAL INTERESSE DO GOVERNO EM FAZER ISSO? PREJUDICAR O SERVIDOR DE FORMA AUTORITARIA? EXISTEM OUTROS INTERESSES POR TRAS? A UNICA COISA QUE SE SABE E' QUE MAIS 100 MIL FAMILIAS POTIGUARES FORAM PREJUDICADAS COM ESSA MEDIDA UNILATERAL. COM ESSA IMPUNIDADE DESSE GOVERNO, O RIO GRANDE DO NORTE ABRE PRECEDENTE PARA UMA POLITICA DE DESVIO DE FINALIDADE PARA O BRASIL.

    ResponderExcluir

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste blog. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
* NÃO SERÃO AUTORIZADOS COMENTÁRIOS COM PALAVRAS DE TEOR OFENSIVO COMO XINGAMENTOS, PALAVRÕES E OFENSAS PESSOAIS.