Google Analytics Alternative
NOME NOME NOME NOME NOME

17/11/16

EQUIPE DO ITEP CONCLUI LAUDO QUE APONTA AS CAUSAS DA MORTE DE ESTUDANTE DA UFERSA EM MOSSORÓ



Na segunda feira passada, dia 14 de novembro, o Engenheiro Agrônomo e estudante de mestrado da Universidade Federal Rural do Semi Árido “UFERSA” de Mossoró, Geraldo Monteiro Silveira de 28 anos de idade, natural de Moçambique, foi encontrado morto na área de um condomínio onde morava em Mossoró.
De acordo com o Perito Criminal Jader Viana, no local não foi possível confirmar o que teria causado a morte do estudante. O corpo foi conduzido para o Necrotério do Instituto Técnico e Cientifico de Perícia, “Itep” Unidade Regional de Mossoró, para a necropsia.
Segundo o Médico Legista e Professor de Medicina Legal, Isaac Axel, responsável pela equipe pericial, o corpo apresentava luxação em um dos pés e na perna esquerda, “quebrados”. Luxação profunda no pescoço “quebrado” além de traumas na região frontal da cabeça e escoriações no corpo.
Segundo o médico legista, o relatório do responsável pela perícia técnica realizada no local onde o corpo foi encontrado “Perinecroscopicos” deverá apontar o local exato e a altura de onde o estudante caiu ou até se foi jogado por alguém.
Os achados iniciais da necropsia indicam lesões compatíveis com queda de altura “precipitação”. Novos exames complementares “toxicológicos” serão realizados no laboratório forense em Natal. A criminalística ainda está analisando e interpretando os vestígios os quais foram encontrados no local, entre eles, as manchas de sangue.
O trabalho da equipe de medicina legal foi concluído e o resultado já foi ou deverá ser encaminhado à Delegacia responsável pelo caso.

O Câmera

comentário(s) pelo facebook:

0 Deixe seu comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste blog. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
* NÃO SERÃO AUTORIZADOS COMENTÁRIOS COM PALAVRAS DE TEOR OFENSIVO COMO XINGAMENTOS, PALAVRÕES E OFENSAS PESSOAIS.