Google Analytics Alternative
NOME NOME NOME NOME NOME

19/10/16

PM CHEGA EM CASA E ENCONTRA FAMÍLIA ASSASSINADA NO RJ



O sargento Cristiano, com a mão no rosto: ele encontrou os parentes mortos Foto: Fabiano Rocha / Extra
Um policial militar do 5º BPM (Praça da Harmonia) encontrou sua família morta ao chegar em casa, nesta quarta-feira. Segundo as primeiras informações do 21º BPM (São João de Meiriti), o sargento Cristiano José Martins abriu a porta de sua residência, na Rua Bom Jardim, no bairro Parque Tietê, em São João de Meriti, na Baixada Fluminense, por volta das 8h, e encontrou os corpos de sua mãe, de seu irmão e de duas crianças. Um cachorro da família também foi morto e outro ficou ferido.A porta dos fundos da casa estava arrombada. As vítimas foram identificadas como Marilene José Martins, de 60 anos, Fernando José Martins, de 36, Kauane, de 7, e Hester, de 5. As crianças estariam sendo cuidadas por Marilene. Elas seriam primas de criação do sargento Cristiano.
O local foi isolado para a realização de uma perícia. Ainda de acordo com o 21º BPM, o local onde ocorreu o crime fica perto do Morro do Azul, que é controlado por uma facção criminosa. O caso será investigado pela Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense. Policiais da especializada estiveram na casa.
A movimentação policial na casa onde ocorreram as mortes Foto: Fabiano Rocha 
Por volta das 11h20, os corpos das quatro vítimas deixaram a residência e seguiram para o Instituto Médico-Legal (IML) de Duque de Caxias, também na Baixada. Segundo informações preliminares da polícia, Marilene foi morta por asfixia e Fernando levou facadas - os dois têm marcas de pancadas no corpo. As crianças teriam sido espancadas. Os cachorros da família também teriam levado facadas.
Pessoas que moram perto da casa onde ocorreu a tragédia estão revoltadas com o crime. Muitos estão na rua. Equipes do 21º BPM, com o apoio do 20º BPM (Mesquita), fazem buscas na região para tentar localizar suspeitos do crime.
Procurada para comentar o crime, a assessoria de imprensa da Polícia Militar informou apenas que "essa ocorrência está com DHBF.
Moradores da rua se revoltaram com a tragédia Foto: Fabiano Rocha 

Ana Carolina Torres e Igor Ricardo/Extra

comentário(s) pelo facebook:

7 comentários:

  1. mais o que diabo e DHBF?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. delegacia de homicídio da baixada fluminense.

      Excluir
  2. Essa ocorrência era pra ficar com o exército, Queria ver se num tinha um jeito! O culpado era julgado e condenado bem ligeirinho!

    ResponderExcluir
  3. No Meu ponto de vista isso eh errado pq por mais que o bndd tenha odio de policia a familia não tem culpa da MSM forma que se for pra pega um bndd sua mlr e seus filhos não tem culpa, pois oq era alvo deles morreram, se isso for coisa de vagabundo

    ResponderExcluir
  4. Meu Deus esses malditos tão matando até criança.isso é revoltante além de matar inocentes,bando de filhos do cão,Deus irar cobrar de vcs seus vermes. malignos,e a pergunta é ninguém ouviu nada nem os gritos dessas pessoas?senhor tem de. Misericórdia....

    ResponderExcluir
  5. Será q os direitos humanos vão ai? Ou so irão na hora q a policia prender esses demônios q fizeram isso com esses inocentes!

    ResponderExcluir
  6. Só há duas escolhas. A polícia mata ou morre.

    ResponderExcluir

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste blog. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
* NÃO SERÃO AUTORIZADOS COMENTÁRIOS COM PALAVRAS DE TEOR OFENSIVO COMO XINGAMENTOS, PALAVRÕES E OFENSAS PESSOAIS.