Google Analytics Alternative
NOME NOME NOME NOME NOME

18/08/16

CANDIDATO A VEREADOR ACUSADO DE MATAR MULHER A FACADA EM MOSSORÓ É PRESO EM TIBAU-RN



Policiais civis da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Mossoró cumpriram um mandado expedido pela Justiça e prenderam, na manhã desta quinta-feira (18) na cidade de Tibau, na região Oeste potiguar, o montador de móveis Alberto Sinésio de Melo, de 41 anos, apontado como suspeito de matar a própria companheira neste último final de semana (Relembre).Dona de casa, Franciscris Silva Fernandes, de 24 anos, levou uma facada durante uma discussão. 
O crime aconteceu sábado (13) no bairro Planalto 13 de Maio. A mulher foi levada para o Hospital Regional Tarcísio Maia e submetida a uma cirurgia, mas não resistiu ao ferimento e faleceu na madrugada do domingo (14). O caso foi registrado na Delegacia de Plantão da cidade como violência doméstica seguida de morte. A faca usada no crime foi encontrada sob o telhado da casa e apreendida. 
Alberto Sinésio de Melo se apresentou à polícia na terça-feira (16) acompanhado de um advogado. Em depoimento, ele disse que agiu em legítima defesa, já que a mulher teria tentado esfaqueá-lo durante a discussão. Após ser ouvido, foi liberado. O delegado Rafael Arraes informou que o inquérito foi concluído e remetido à Justiça juntamente com um pedido de mandado de prisão contra o suspeito. 
"Com o mandado expedido, fomos à residência da família dele em Tibau e o prendemos. Ele agora vai responder pelo crime de feminicídio, que é quando acontece uma morte intencional de pessoa do sexo feminino", explicou Arraes. Ainda de acordo com o delegado, Alberto ainda responderá pelos agravantes de ter assassinado a companheira por motivo fútil e impossibilidade de defesa da vítima.


Por Anderson Barbosa - Portal G1

comentário(s) pelo facebook:

0 Deixe seu comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste blog. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
* NÃO SERÃO AUTORIZADOS COMENTÁRIOS COM PALAVRAS DE TEOR OFENSIVO COMO XINGAMENTOS, PALAVRÕES E OFENSAS PESSOAIS.